21.1 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 11 maio, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOComissão convoca Braga Netto para explicar vagas de UTI ociosas em hospitais...

Comissão convoca Braga Netto para explicar vagas de UTI ociosas em hospitais das Forças Armadas

Por TV Globo e G1

A Comissão de Fiscalização, Financeira e Controle da Câmara (CFFC) aprovou nesta quarta-feira (28) a convocação do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, para que ele preste esclarecimentos sobre a existência de leitos de UTIs ociosos em hospitais das Forças Armadas enquanto era registrado colapso da saúde em várias partes do país devido ao avanço da pandemia.

Por se tratar de uma convocação, e não convite, o ministro é obrigado a comparecer. Ainda não há data para que ele seja ouvido.


--Continua depois da publicidade--

A convocação foi aprovada duas semanas após o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), derrubar requerimento semelhante, da mesma comissão.

Na ocasião, Lira atendeu a um pedido do líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR), que argumentou que Braga Netto ainda não havia tomado posse no Ministério da Defesa quando a convocação foi aprovada, e que a comissão riscou do requerimento o nome do já ex-ministro Fernando Azevedo e Silva – o que o presidente da comissão, deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), nega.

Nesta quarta-feira, aliados do presidente Jair Bolsonaro tentaram retirar a convocação de Braga Netto de pauta, mas o pedido foi rejeitado pelos membros do colegiado.

“A esquerda está usando essa comissão para atacar o governo Bolsonaro”, disse Alê Silva (PSL-MG), que estava presencialmente no plenário da comissão sem máscara. A deputada só colocou a proteção após pedido do presidente do colegiado.

Em seguida, houve uma tentativa de converter o requerimento em convite. O deputado delegado Pablo (PSL-AM), também aliado do governo, disse que “a convocação é um ato demasiadamente excessivo”.


--Continua depois da publicidade--

“O ministro não se furta a vir, ele pode vir perfeitamente na qualidade de convidado, ao invés de convocado. A gente com isso não coloca tanto o governo quanto essa comissão numa situação indelicada”, argumentou o deputado.

Correção de erro

O presidente da comissão disse, porém, que a convocação de Braga Netto é “para corrigir um erro”, se referindo à anulação do requerimento anterior.

O pedido para a convocação, de autoria do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), cita reportagens da imprensa que indicam que hospitais militares estão com leitos com capacidade ociosa.

“A falta de leitos de UTI pode gerar o temido colapso no sistema de saúde, pondo milhares de vidas em risco. Nesse contexto, é inadmissível que as Forças Armadas tenham, em seus hospitais, leitos ociosos, enquanto pessoas morrem nos demais hospitais por falta de leito”, diz o pedido.

O deputado Elias Vaz (PSB-GO) pediu para que o processo de compra de produtos como picanha, cerveja, bacalhau, carvão e filé de salmão para as Forças Armada, em 2020, também seja tratado durante o comparecimento do ministro. O tema era objeto da convocação derrubada por Lira.

Convites

 

Além da convocação de Braga Netto, a comissão aprovou na mesma sessão convites para outros quatro ministros:

  • da Saúde, Marcelo Queiroga;
  • do Meio Ambiente, Ricardo Salles;
  • da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas;
  • da Justiça, Anderson Torres.

 

Inicialmente, os demais convites também eram convocações. Contudo, houve um acordo, articulado por Ribeiro e pelo governo, para que os requerimentos fossem convertidos em convites, com exceção do de Braga Netto.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

MELHORIA
Guardas Municipais se reúnem com vereadores e pedem análise de estatuto da categoria
maio 10, 2021
Prefeitura de Lucas do Rio Verde convoca candidatos classificados em processos seletivos
maio 10, 2021