Aconteceu hoje, 17, a nova eleição da mesa diretora da câmara de Lucas do Rio Verde.

 


-Continua depois da publicidade ©-

Após a decisão judicial autorizar a realização de nova eleição, o vereador Mano, se proclamando presidente interino, convocou sessão extraordinária para nova eleição.

 

Em menos de duas horas após a convocação, a sessão extraordinária foi iniciada onde foi aberto o prazo de 30 minutos para inscrição de chapas.

 

Estavam presentes na sessão os vereadores Mano, Dirceu Cosma, Márcia Peliciolli, Wagner Godoy e Fernando Pael.

 

Encerrado o prazo houve o protocolo de apenas uma chapa (a mesma que havia sido vitoriosa antes da suspensão) declarando- se eleito novamente o presidente Dirceu Cosma.

 

Fazem parte da chapa eleita, os vereadores, Dirceu Cosma (Presidente), Fernando Pael (vice-presidente), Dr. Wagner Godoy (1º secretário) e Márcia Pelicioli (2º secretária).

 

Conforme disse na primeira eleição ocorrida em dezembro, Dirceu deixou claro que vai permanecer sendo um conciliador entre os poderes.

“A primeira coisa que eu tenho que fazer é cumprir a lei. Se eu cumprir a lei, tenho certeza que todos os projetos vão tramitar. Eu não posso ser e não posso fazer as coisas erradas, e nem fora da lei. O meu objetivo é cumprir a lei, cumprir o regimento, e eu tenho certeza que as coisas vão dar certo. É esse o meu sentimento, e é isso que eu quero fazer, porque eu vou ser o juiz dos vereadores. E eu, sendo juiz, tenho que ser o conciliador de todos os colegas”.

 

Diante da celeridade dada ao procedimento aliado ao fato de que o regimento interno estabelece que o prazo para convocação de sessão extraordinária deve ser de no mínimo 24 horas, devemos aguardar se não haverá de fato nova suspensão, pois o que tudo indica, o  Regimento novamente não foi respeitado.

 

Leia também: Resultado das loterias de hoje (01/10/2020)


Amazonia 03 de Junho