22.4 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 29 novembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOAuxílio do Governo de MT vai complementar renda de 100 mil famílias...

Auxílio do Governo de MT vai complementar renda de 100 mil famílias em situação de extrema vulnerabilidade

O recurso de R$ 200 será pago bimestralmente para pessoas já inclusas no programa
Por CenárioMT

O auxílio emergencial Ser Família vai garantir renda para famílias em situação de vulnerabilidade extrema até dezembro de 2022. O benefício de R$ 200 será pago bimestralmente pelo Governo de Mato Grosso como um complemento de renda. O dinheiro será depositado a cada dois meses no cartão do programa e se soma aos auxílios e renda que normalmente uma família de baixa renda, inclusa no CadÚnico, já recebe.

A ampliação do Ser Família faz parte de um processo de transição da assistência prestada pelo Estado, em função da pandemia, para a execução de fato das Políticas de Assistência Social. O Estado tem auxiliado com a manutenção e ampliação da transferência de renda, além da continuidade de distribuição de cestas básicas, pelo programa Ser Família Alimento Solidário.


--Continua depois da publicidade--

O programa, que é assegurado pela Lei 602/2021, beneficia cerca de 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade.

A secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, tem acompanhado de perto as ações que dão assistência a essas pessoas e explica que, embora a execução de política pública seja de responsabilidade dos municípios, o Estado se manteve presente auxiliando também a essas famílias.

Vale ressaltar, que o momento pandêmico pediu medidas emergenciais para amenizar o sofrimento das famílias carentes, uma vez que pais e mães perderam seus empregos e se viram sem condições de colocar alimento na mesa.

Segundo ela, os esforços agora estão voltados para a execução de ações que façam diminuir a dependência das famílias que hoje recebem auxílios financeiros.


--Continua depois da publicidade--

“Estamos retomando os esforços para investir na política de assistência social, em serviços de fortalecimento de vínculos e geração de renda. Precisamos auxiliar as pessoas que ficaram fora do mercado de trabalho a retomarem seus postos. Como as empresas serão mais exigentes, porque perderam muito financeiramente, precisamos trabalhar a qualificação profissional destas pessoas, para que consigam voltar a trabalhar”, afirmou a secretária.

Para isso, a Setasc está finalizando a formatação de programa de qualificação profissional, que vai oferecer mais de 9 mil vagas para a população mato-grossense. As pessoas inseridas nos programas de transferência de renda do SER Família passarão também por esse processo de capacitação, para retornarem ao mercado de trabalho, diminuindo a dependência dos auxílios emergenciais.

 

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Redes sociais

107,362FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,091SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Após dois anos sem se apresentar ao público, Orquestra Sinfônica Jovem interpreta clássicos do cinema
novembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Curso de conserva de frutas leva às participantes mais uma alternativa de fonte de renda
novembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Acadêmicos da UAB/UFMT apresentam cases relacionados às políticas públicas
novembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Covid-19: Confira como será o esquema de vacinação das três doses na próxima semana
novembro 27, 2021