28.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 21 junho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOAL-MTProjeto de lei em MT institui programa de saúde mental aos profissionais...

Projeto de lei em MT institui programa de saúde mental aos profissionais da educação

Por CENÁRIOMT

A pandemia vem impondo longas jornadas, desafios técnicos e alto nível de cobrança aos educadores, o que leva ao esgotamento profissional. Para evitar quadros de adoecimento, o Projeto de Lei nº 278/2021 institui em Mato Grosso o Programa de Saúde Mental aos profissionais da educação.

Para o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), autor da proposição, o quadro de incertezas, exaustão e ansiedade vem sendo uma realidade para os professores de todo o país, o que comprova uma pesquisa realizada pela Nova Escola mostrando que 72% deles tiveram a saúde mental muito afetada desde o ano passado.


--Continua depois da publicidade--

“É necessário desenvolver ações de promoção da saúde mental e prevenção do suicídio, com atuação preventiva e acompanhamento psicológico. O programa prevê ainda o mapeamento das principais fontes de estresse ocupacional, de modo a melhorar o ambiente e gerar uma cultura saudável”, afirma o parlamentar.

A proposta prevê o atendimento aos profissionais da educação por meio de parceria com as Secretarias Municipais de Saúde e/ou através de convênios com a iniciativa privada. As unidades educacionais deverão fazer o encaminhamento dos profissionais ao serviço especializado e notificar o estado, para que se possa criar estatística referente o problema.

“Este projeto de lei visa oferecer suporte à saúde mental de duas importantes categorias de profissionais do estado, educadores e servidores das forças de segurança. Mas, com relação ao docente, precisamos urgentemente oferecer suporte, porque ele tem vivido situações de conflito com as quais não está conseguindo lidar sem qualquer respaldo”, avalia Dr. Gimenez.

Jornada estendida – A violência, o contato com o mundo das drogas e a carência socioeconômica dos alunos são algumas questões muito graves e excessivamente complexas para serem resolvidas pela escola. Não há como separar a realidade dos alunos das situações de aprendizagem, porém é possível oferecer aos professores um maior preparo para lidar com tais questões.

Outro fator que agrava a saúde física e mental é a falta de limites claros no horário de trabalho. Com a pandemia, isso se tornou mais grave, o que dificulta ao profissional se desligar dos problemas cotidianos e da sala de aula, que agora é virtual. “Além de não dispor de recursos e oportunidades suficientes para desenvolver o próprio trabalho, e se desenvolver, o educador está exposto a críticas de toda a sociedade”.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

vacinação contra a Covid-19
Lucas do Rio Verde encerrará dia 30 o pré-cadastro de pessoas com comorbidades na vacinação contra a Covid-19
junho 21, 2021
Lucas do Rio Verde
Lucas Forte de Novo tem 34 propostas aprovadas pelas instituições financeiras
junho 21, 2021