22.8 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 03 dezembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOAL-MTDeputados limpam a pauta de vetos; sete foram derrubados

Deputados limpam a pauta de vetos; sete foram derrubados

Por CENÁRIOMT

Uma longa sessão ordinária limpou a pauta de vetos em tramitação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso nesta quarta-feira (24). Os deputados discutiram e votaram 22 vetos a projetos de parlamentares e mensagens. Do total de 22, sete vetos foram derrubados pelos deputados e 15 mantidos.

Os deputados derrubaram os vetos 73/2021, 75/2021, 76/2021, 77/2021, 78/2021, 91/2021 e 96/2021. Por 14 votos a 7, os deputados derrubaram o veto 73/2021, aposto ao projeto de lei nº 981/2020, que dispõe sobre o programa de fornecimento de absorventes higiênicos nas escolas públicas estaduais do estado de Mato Grosso.


--Continua depois da publicidade--

O projeto de lei que foi mantido pelos deputados é de autoria da Janaína Riva (MDB), e do deputado Silvio Fávero, in memoria, e prevê a distribuição de absorventes higiênicos gratuitamente nas escolas para as alunas carentes.

Em plenário, a deputada Janaína Riva destacou a derrubada do veto. “A justiça foi feita com a derrubada desse veto. A questão da pobreza menstrual não se trata de supérfluo, é uma condição mensal inerente às mulheres, que não podem escolher essa situação. Essa lei era muito importe para o meu colega Silvio Fávero e para mim. Eu agradeço a sensibilidade dos deputados que se solidarizaram com a pobreza menstrual e votaram pela derrubada do veto”, disse a parlamentar.

Outro veto derrubado, o veto 76/2021, diz respeito ao PL 522/2020, que dispõe sobre a garantia de assistência psicológica sigilosa com vistas à redução do assédio contra mulheres no ambiente de trabalho no âmbito da administração pública do Estado de Mato Grosso. O autor do projeto de lei é o deputado Eugênio (PSB). Os deputados acompanharam o parecer da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CEFAEO), e derrubaram o veto do governador.

Com 14 votos sim e oito não, os deputados derrubaram o veto 78/2021, veto total aposto ao PL 479/2020, de autoria do deputado Eduardo Botelho (DEM), que dispõe sobre a publicação, na internet, da lista de espera dos pacientes que aguardam por consultas (discriminadas por especialidade), exames e intervenções cirúrgicas e outros procedimentos nos estabelecimentos da rede pública de saúde do Estado de Mato Grosso.


--Continua depois da publicidade--

O veto 80/202, também derrubado, é aposto ao PL 780/2019, que cria o Programa de Cadastro Único de Nascentes (CADUN-MT) no Estado de Mato Grosso. O PL é de autoria do deputado Wilson Santos (PSDB). O veto 77/2021 trata do PL 272/2021, que dispõe sobre a anotação do nome e do número de inscrição no Conselho Regional de Corretores de Imóveis da pessoa física ou jurídica responsável pela intermediação de negócios imobiliários nos títulos de propriedade de imóveis. O autor é o deputado Max Russi (PSB), presidente da ALMT.

Na Ordem do Dia, os deputados mantiveram os vetos 74/2021, 79/2021, 80/2021, 81/2021, 82/2021, 83/2021, 84/2021, 85/2021, 87/2021, 88/2021, 89/2021, 90/2021, 92/2021, 93/2021, 95/2021.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Redes sociais

107,351FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,096SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

NOVO COMANDANTE
Luverdense define técnico para temporada 2022: Márcio Nunes
dezembro 02, 2021
Lucas do Rio Verde
Organizadores agradecem o apoio da Prefeitura de Lucas do Rio Verde no McDia Feliz 2021
dezembro 02, 2021
Lucas do Rio Verde
Cursos técnicos estão com 120 vagas abertas na Secitec de Lucas do Rio Verde
dezembro 02, 2021
RETOMADA NO COMÉRCIO
Com horário estendido, comércio luverdense pode ampliar em até 40% as vendas no fim de ano
dezembro 02, 2021