32.4 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 30 novembro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO AL-MT Comissão de Segurança da AL solicita aparelhos de infravermelho para atender Politec...

Comissão de Segurança da AL solicita aparelhos de infravermelho para atender Politec de MT

Por CENÁRIOMT

A Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), presidida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), propôs, por meio da Indicação n.º 4.494/2020, ao diretor da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Rubens Sadao Okada, a aquisição de aparelhos infravermelhos para serem distribuídos às coordenadorias regionais da instituição no âmbito de Mato Grosso.

Este equipamento, denominado por Agilent Techonlogies – modelo 4.500ª FTIR, tem a finalidade de dar celeridade aos resultados dos laudos periciais de análises com entorpecentes. Em Mato Grosso, somente as cidades de Cuiabá e Pontes e Lacerda contam com o aparelho e, com isso, acabam atendendo todas as outras unidades da Politec.

Infravermelho – O perito criminal Júnior Stefanelli, gerente regional da Politec, em Pontes e Lacerda (MT), explica que o aparelho Infravermelho tem o propósito de analisar a cocaína e a maconha para ter um laudo definitivo, o que consequentemente contribui para um resultado rápido e com o trabalho dos servidores da unidade.

O gerente explica que há três anos utiliza o equipamento, adquirido por meio de recursos do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) com o apoio do Ministério Público Estadual, no valor de R$ 67 mil. Ele assinala que Pontes e Lacerda é o primeiro município do interior de Mato Grosso a contar com essa tecnologia, sendo que antes só conseguiam fazer o laudo preliminar. Logo, este documento era encaminhado à Politec de Cuiabá para gerar o resultado definitivo a ser validado.

Conforme o perito criminal, havia uma grande demora na obtenção de uma análise definitiva que levava até seis meses e, agora, o laudo final fica pronto em poucos minutos. “Esse aparelho será um ganho para cada coordenação da Politec. Aqui já fazemos a segunda análise e a leitura, o que gera os dois resultados”, ressalta Stefanelli.

Claudinei considerou bastante relevante essa tecnologia, tanto que propôs a indicação juntamente com os outros integrantes da Comissão de Segurança Pública para que as outras unidades da Politec não precisem ficar dependentes dos resultados da sede de Cuiabá.

A instituição realiza outras atribuições, como a realização de perícias de criminalística e para auxiliar ações civis públicas, medicina legal, odontologia legal, serviços de identificação civil e criminal.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Educação: MT inicia processo de reordenamento da rede para 1º ano do Ensino Fundamental

O processo de matrículas na rede estadual de ensino apresentará mudanças com relação à oferta de matrículas para o 1º ano do 1º Ciclo...

Cavalaria prende homem por tráfico de droga e encontra 16 máquinas de cartão

Equipes da Cavalaria prenderam no domingo (29.11), um homem por tráfico de droga, no bairro Centro América, na capital. Na ação foram tirados de...

Sistema Penitenciário de MT recebe doação de 100 computadores do TCE

O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, receberam do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE),...

Operação Sossego Alheio: 21 pessoas são encaminhadas à delegacia por perturbação

Equipes do 15º Comando Regional realizaram sábado e domingo (28 e 29.11), nas cidades de Guaratã do Norte e Matupá, a Operação Sossego Alheio...
Publicidade
x