20.7 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 05 março, 2021
Início CENÁRIO POLÍTICO AL-MT Botelho conduzirá comissão especial para elaboração de projeto a aposentados

Botelho conduzirá comissão especial para elaboração de projeto a aposentados

Por CENÁRIOMT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), conduzirá a comissão especial que vai debater, junto com o governo do estado, alternativas para ajudar aposentados e pensionistas.

Na sessão de anteontem (10), foi mantido o veto do governo ao Projeto de Lei Complementar 36/2020, que revoga o desconto previdenciário de 14% para servidores aposentados e pensionistas de Mato Grosso até o valor do teto do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O PLC, de autoria do deputado Lúdio Cabral (PT), na votação do veto, teve 12 votos favoráveis à manutenção e 11 contrários.


--Continua depois da publicidade--

Com isso, Botelho reafirmou o compromisso de atuar incisivamente até que seja elaborado um projeto viável, sem vício de origem, para atender a categoria.

Ontem (11), Botelho confirmou a ação nas suas redes sociais. Disse que a manutenção do veto não encerra as discussões e que a ALMT buscará o melhor caminho. Tanto que será instituída a comissão.

“Já tivemos entendimento com o governador Mauro Mendes e o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Vamos instituir uma comissão, composta por cinco deputados, presidida por mim, para encontrarmos uma solução para diminuir o sofrimento dos aposentados do estado. O governador já concordou, por exemplo, com a questão dos portadores de doenças raras, já temos alguns caminhos a serem discutidos. E vamos conseguir diminuir essa taxação, diminuir o sofrimento dessas pessoas. Realmente não estou confortável com a situação e, tenho certeza, que nenhum deputado está e nem o governador. Vamos manter a fé e a luta!”, garantiu Botelho.

Dessa forma, através da comissão de deputados e representantes do governo, o debate seguirá até solucionar a questão. “O mais importante disso é partirmos para algo positivo, não deixarmos essa luta acabar. Defender uma luta para que junto com o governo seja construído outro projeto e enviado para a Assembleia, para que não tenha vício de origem, e seja aprovado atendendo os aposentados”, disse o parlamentar, que não considera justo o desconto previdenciário, pois são pessoas aposentadas que ganham pouco e passaram a pagar muito de contribuição.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Empresa abre 150 vagas para operador de produção em Lucas do Rio Verde
março 04, 2021
PRINCÍPIO DE INCÊNDIO
Lucas: Curto circuito queima ar condicionado e provoca princípio de incêndio em comércio
março 04, 2021