32.8 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 29 novembro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO AL-MT Autoridades querem o Pantanal na agenda nacional de debates

Autoridades querem o Pantanal na agenda nacional de debates

Por CENÁRIOMT

Em mais uma audiência pública de discussão sobre a retomada do programa BID Pantanal, que ocorreu na terça-feira (27), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, requerida pelo deputado Wilson Santos (PSDB), ficou latente a necessidade de se colocar o Pantanal como tema na agenda nacional.

“Mato Grosso não possui programa para o Pantanal. Mato Grosso do Sul também não, nem o governo federal, agora achamos esse tesouro”, disse o deputado Wilson Santos durante a audiência que teve a participação de várias personalidades, como do jornalista e ex-deputado federal Fernando Gabeira, além de representantes dos dois estados, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O deputado mato-grossense fez questão de informar que a Presidência da República já determinou ao Ministério do Meio Ambiente para se posicionar oficialmente sobre o programa BID Pantanal.

A intenção é resgatar o programa elaborado no governo Dante de Oliveira, que foi aprovado pelo Banco Interamericano e pelo governo federal em 2001, mas não teve continuidade por falta de vontade política. O programa previa US$ 400 milhões a fundo perdido para sua implantação, divididos entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Cada estado receberia hoje um aporte de aproximadamente R$ 1 bilhão, recursos que vinham do Banco Interamericano de Desenvolvimento, do governo japonês, do governo federal e pequena contrapartida dos dois estados. As autoridades dos dois estados e do governo federal firmaram o compromisso de trabalhar pela retomada do programa, que interessa a todos.

Os Parlamentos estaduais de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul vão propor alterações no projeto original do programa BID Pantanal para colocá-lo em prática. Após a aprovação do governo federal, uma equipe técnica formada pelos dois estados vai começar a trabalhar na recomposição. “Nós temos as condições políticas para fazer isso, trazendo pessoas especializadas no setor para debater e atualizar as propostas”, destacou o deputado estadual Carlos Avallone (PSDB) durante a audiência.

Segundo o parlamentar, a iniciativa de retomada do programa é muito importante, em razão, principalmente, do recente incêndio florestal que consumiu 22% da área pantaneira. “Temos que pensar numa política pública como um todo e esquecer a divisa entre os dois estados. Trata-se de um ecossistema único e que precisa de cuidados dos dois estados”, disse Avallone.

Conforme Avallone, “a não execução do BID Pantanal em 2003 foi um crime contra a natureza, e depois de 20 anos, as consequências desse crime surgem com clareza através das queimadas e incêndios nos dois estados. Se tivéssemos tomado os cuidados que o programa previa, provavelmente não teríamos esse desastre nas proporções de hoje”, destacou.

O projeto é um benefício para o Pantanal, contemplando todas as vertentes de preservação, educação ambiental, manejo adequado e sustentabilidade das atividades econômicas, como a pecuária e o turismo.

O jornalista Fernando Gabeira, que teve seu nome sugerido para ser o embaixador do Pantanal mato-grossense pelo deputado Wilson Santos, durante a audiência pública, destacou que hoje o Pantanal interessa mais aos organismos internacionais do que aos próprios estados. “Todos querem alavancar recursos para o Pantanal que precisa, inevitavelmente, de ser parte da agenda nacional de debates”, disse.

“Os dois estados precisam se adaptar melhor em relação ao Pantanal”, disse a secretária de Meio Ambiente de Mato Grosso, Mauren Lazaretti. Conforme a secretária, os dois estados precisam de um planejamento mais consistente para evitar outro desastre de incêndios, como ocorreu este ano, em que cerca de 22% do território do Pantanal foi consumido pelo fogo.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Acidente grave interrompe GP do Bahrein de Fórmula 1

Um grave acidente envolvendo o piloto francês Romain Grosjean, da Haas e o russo Daniil Kvyat, da AplhaTauri interrompeu o GP do Bahrein de Fórmula...

Equipe do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso vence competição de natação

A equipe de atletas militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso (CBM-MT) venceu a prova de natação da Maratona Aquática de nado livre...

Governo será cada vez mais rigoroso com os infratores ambientais

Ser eficiente para permitir que o cidadão trabalhe na legalidade, atuar fortemente no combate às infrações ambientais e facilitar o acesso do cidadão ao...

Mato Grosso tem sete dos municípios com maior dinamismo no mercado de trabalho do país

Mato Grosso tem sete municípios na lista dos 100 com maior dinamismo no mercado de trabalho do país. O levantamento foi realizado pela Confederação...
Publicidade
x