23.9 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 14 abril, 2021
InícioCENÁRIO AGRONova Xavantina comemora 41 anos com ações do Governo do Estado em...

Nova Xavantina comemora 41 anos com ações do Governo do Estado em obras e apoio à agricultura familiar

Aeródromo está em obras, escola estadual foi totalmente reformada; município foi beneficiado com entrega de resfriadores de leite e com a pavimentação de 51,7 km da MT 110 ao entroncamento da BR 158, que corta o município.
Por CenárioMT

Nova Xavantina, cidade no Vale do Araguaia com 20.944 habitantes e distante 660 quilômetros de Cuiabá, comemora 41 anos de emancipação administrativa nesta quarta-feira (03.03), com ações do Governo do Estado em infraestrutura, educação e agricultura familiar.

A cidade foi beneficiada com a conclusão da pavimentação de 51,7 quilômetros da MT-110, entre Novo São Joaquim e Campinápolis, interligando os dois municípios à BR-158, que corta o território nova-xavantino. Foram investidos R$ 47,2 milhões, por meio da Secretaria de Estadode Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT).

Convênio entre Governo do Estado e prefeitura possibilitou as obras (já iniciadas) de restruturação do aeródromo municipal. Estão sendo pavimentadas as pistas de pouso e decolagem, de rolamento e o pátio de estacionamento de aeronaves. O Governo do Estado está investindo R$ 1,1 milhão, com contrapartida municipal de R$ 189 mil.

Também por meio de convênio com a Secretaria de Estado de Educação, foi reformada a Escola Estadual Coronel Vanique, no bairro Barro Vermelho. Foi reparada a parte elétrica, reconstruída a cozinha, construídos novos vestiários, melhorados a calçada e o piso, agora com acessibilidade, e pintura geral. A quadra poliesportiva foi coberta com estrutura metálica e o piso trocado. Os investimentos chegaram a R$ 1,48 milhão.

Agricultura familiar

Por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar, Nova Xavantina recebeu, em janeiro, dois resfriadores de leite com capacidade de até mil litros. Os equipamentos, distribuídos a 67 municípios mato-grossenses e adquiridos com recursos de emendas parlamentares, serão usados por cooperativas e associações.

Saúde e repasses

A Secretaria de Estado de Saúde repassou ao município 1.825 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 78.329 comprimidos, entre azitromicina (9.618), ivermectina (7.795) e dipirona (60.916), também distribuído em gotas, com 1.496 frascos.

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 20,85 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab, além de R$ 4,03 milhões em assistência social, transporte escolar, convênios na área de saúde e emendas parlamentares, entre 2019 e 2020.

Economia

Com exceção do setor de serviços, que, com R$ 221,47 milhões, responde por 34% do PIB total de R$ 648,3 milhões registrado em 2018, a participação dos demais setores (administração pública, R$ 123,73 milhões; agropecuária, R$ 122,85 milhões; e indústria, R$ 118,7 milhões) é bem próxima uma da outra. O PIB per capita é de 30.536,76.

Com um frigorífico, um laticínio e uma distribuidora de insumos, Nova Xavantina registrou em 2019, segundo o IBGE, um rebanho bovino com 373 mil cabeças, das quais 10.331 vacas ordenhadas, com uma produção de 9,66 milhões de litros de leite.

Aeródromo de Nova Xavantina está sendo reestruturado  – Sinfra/MT

Registra ainda rebanhos galináceo (67,26 mil cabeças, das quais 30,26 mil galinhas, com uma produção de 158 mil dúzias de ovos), suíno (10,69 mil), equino (4,49 mil) e ovino (2,666 mil), além 29,54 toneladas peixes produzidos em cativeiro.

Soja (195 mil toneladas), milho (70,8 mil) e algodão (10 mil) lideram a produção agrícola, composta ainda por banana (100 toneladas), borracha (1,17 mil), cana-de-açúcar (1,02 mil), feijão (1 mil) e mandioca (2,25 mil), além de coco-da-baía (200 mil frutos).

História

Resultado da Expedição Roncador, em abril 1944 foi lançada a pedra fundamental do assentamento de Xavantina, na margem direita do rio das Mortes, uma referência ao povo xavante. No mês seguinte, o então presidente Getúlio Vargas visitaria a povoação em companhia do cuiabano general Eurico Gaspar Dutra, que governaria o país dois anos depois. Mas, o projeto não evoluiu.

Duas décadas depois, em dezembro de 1963, o antigo assentamento se transformou em distrito, porém com nome de Ministro João Alberto, enquanto, em 1976, é criado na outra margem do rio o distrito de Nova Brasília. Na prática, formaram uma só comunidade, que resultou no município de Nova Xavantina, criado pela Lei Estadual 4176, de 3 de março de 1980, resgatando uma das primeiras denominações.

Desmembrado de Barra do Garças, Nova Xavantina teve como distrito o atual município de Campinápolis.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Davi Paré reassume presidência do Conselho de Segurança de Lucas do Rio Verde
abril 14, 2021
PREMIADOS
Luverdense sorteia TV’s e prêmios em dinheiro a torcedores que compraram camisetas do clube
abril 14, 2021