20.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 02 julho, 2022
Publicidade
InícioCENÁRIO AGROInovação e sustentabilidade da agropecuária brasileira são apresentadas em eventos na Europa

Inovação e sustentabilidade da agropecuária brasileira são apresentadas em eventos na Europa

Eventos realizados em Madri, Berlim e Roma debateram as oportunidades e desafios de políticas para agricultura sustentável
Texto por CenarioMT

As ações do Brasil para aumentar a produtividade no campo aliada à preservação dos seus recursos naturais e de sua biodiversidade estão sendo apresentadas nesta semana a representantes do governo, do setor privado, de instituições acadêmicas e da sociedade civil da Europa. Na série de diálogos denominada AgriTalks, o secretário de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Fernando Camargo, apresentou em Madri, Berlim e Roma as oportunidades e desafios de políticas para agricultura sustentável.

Ao trazer dados sobre a produção agrícola brasileira, o secretário pontuou na reunião em Berlim, nesta terça-feira (24), que os encontros são uma oportunidade de dialogar com a Europa e trazer informações de fontes primárias e confiáveis. Ele mostrou que atualmente o Brasil preserva 66% de seu território em áreas públicas e privadas, o que equivale a 5,64 milhões de quilômetros quadrados.


--Continua depois da publicidade--

“Isso equivale a 23 vezes o território do Reino Unido, 136 da Holanda, 11 da Espanha e nove territórios equivalentes à França. Os dois pilares da agropecuária sustentável do Brasil são produzir e conservar”, ressaltou Camargo.

Segundo ele, o grande futuro da agropecuária brasileira está na recuperação das pastagens degradadas. “Hoje temos 90 milhões de hectares de pastagens degradadas no Brasil que podem ser recuperadas. Isso significa que é sobre essa nova área que será a nova fronteira agrícola e de pecuária no Brasil. Não é no bioma amazônico”, enfatizou.

Até a década de 1970, o Brasil era um importador líquido de alimentos, e hoje exporta para mais de 200 países e alimenta cerca de 10% da população mundial. Entre 1976 e 2020, o Brasil aumentou a produtividade em 400%, aumentando apenas 50% o uso da terra.

“Isso foi conquistado com muita inovação, muita ciência e muita tecnologia, especialmente por meio da Embrapa. Esse é o segredo da nossa agricultura, aliado ao espírito empreendedor do nosso agricultor”, disse o secretário. Ele explicou que essa mudança foi feita com a transformação de solos pobres, especialmente no Centro-Oeste brasileiro, em solos férteis, com a adaptação de animais e cultivares.


--Continua depois da publicidade--

Agritalks 2022

O evento, organizado pelas Embaixadas do Brasil em Madri, em Berlim e em Roma e pela Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) reúne especialistas e representantes de organizações brasileiras e locais, empresas e centros de pesquisa. A última rodada de paineis será realizada no próximo dia 26, em Roma.

Informações à Imprensa
imprensa@agro.gov.br

Gustavo Praiado
Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

SAÚDE
Em visita, parlamentar anuncia recursos para o Hospital São Lucas
julho 01, 2022
PROJETO SOCIAL
Famílias prestigiam formatura da 11ª turma do projeto Bombeiros do Futuro em Lucas do Rio Verde
julho 01, 2022
Em Lucas
Bombeiros combatem incêndio em armazém por quatro horas seguidas
julho 01, 2022
Lucas do Rio Verde
Secretaria Municipal de Saúde divulga alerta sobre toxoplasmose no município
julho 01, 2022