Empaer comemora 56 anos de trabalhos prestados ao desenvolvimento da agricultura em MT

A primeira cultivar que viabilizou o cultivo da soja no Estado foi a IAC-2, lançada pela Empaer.

0
A empresa atende por ano mais de 45 mil agricultores familiares - Foto por: João de Melo | Empaer

Nesta terça-feira (15.09), A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), comemora 56 anos de atividade voltada ao atendimento da população do meio rural e execução de políticas públicas para a agricultura familiar. Com atuação em 94% dos municípios do Estado, a empresa atende por ano mais de 45 mil agricultores familiares entre mulheres rurais, indígenas, pescadores, jovens e outros.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, fala que é impossível pensar no desenvolvimento de programas e projetos para a agricultura sem a presença do extensionista da Empaer, lá no campo. Ele conta que em 1977, o engenheiro agrônomo da empresa, Hortêncio Paro, foi responsável pelo primeiro dia de campo da soja em Mato Grosso, no município de Itiquira. “A primeira cultivar que viabilizou a soja no Estado foi a IAC-2, lançada pela Empaer”, ressalta.

Loffi acredita na contribuição dos técnicos da Empaer para o desenvolvimento da agricultura no Estado. Ele comenta que em 2019, foram realizados 137 mil atendimentos para 47.560 agricultores familiares nas principais cadeias produtivas: Pecuária de Leite, Café, Cacau, Fruticultura, Olericultura, Apicultura e outras. No mesmo ano, foram financiados recursos na ordem de R$ 54,6 milhões para investimento e custeio através de projetos de crédito elaborado pela empresa.

De acordo com o presidente, a Empaer disponibiliza os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, Pesquisa e Fomento Agropecuário aos agricultores familiares em 132 municípios, por meio de 129 escritórios municipais, três escritórios distritais, nove escritórios regionais, seis campos experimentais, quatro viveiros de produção, três centros regionais de pesquisa e um escritório central. Toda essa estrutura conta com uma força de trabalho de 684 funcionários.

A Empaer está presente em 94% dos municípios do Estado.

Segundo Renaldo, o papel estratégico da empresa é incentivar o desenvolvimento rural e difundir novas tecnologias para os pequenos e médios produtores, a fim de gerar e garantir o desenvolvimento econômico das famílias rurais. Ele avalia que após 56 anos de trabalho, a empresa continua atendendo o homem do campo e entra numa nova fase no governo Mauro Mendes, ampliando o atendimento em plataformas digitais. O Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento das Atividades da Empaer (Sagae) estará conectado com um aplicativo que está sendo desenvolvido para facilitar o acesso do agricultor aos serviços oferecidos pela empresa.

“O nosso trabalho é garantir que os produtores tenham acesso em todas as áreas da empresa, na assistência técnica e extensão rural, na pesquisa e no fomento, com o objetivo de auxiliá-los na tomada de decisões relacionadas às atividades rurais. Podemos comemorar, pois a Empaer avança para ficar cada vez mais perto do produtor rural”, enfatiza Renaldo.

Empar completa 56 anos de atividade voltada ao atendimento da população do meio rural e execução de políticas públicas para a agricultura familiar.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (21/09/2020)


Amazonia 03 de Junho