Campanha “Amazônia Contra a Covid-19” incentiva doações para ajuda local

Com o recurso arrecadado, serão comprados alimentos e material de higiene para as comunidades

0
UFAM

Com a proposta de reverter à situação de vulnerabilidade das populações ameríndias do Amazonas, diante da pandemia da Covid-19, o Governo Federal lançou a campanha de doação de recursos “Amazônia Contra a Covid-19: ajuda humanitária aos povos da floresta” (#AmazoniaContraCovid), na última sexta-feira (26).

A ação faz parte de um grande movimento nacional que surgiu a partir da iniciativa de professores do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia da Universidade Federal do Amazonas de Parintins (ICSEZ/Ufam). Lançada no dia 26, ela se estende até o dia 17 de julho deste ano.

A meta é conseguir juntar R$ 200 mil durante os 31 dias da campanha. Só no primeiro dia de campanha já foram arrecadados cerca de R$ 5,2 mil. Esse recurso será para compra de alimentos e material de higiene para as comunidades.

A motivação que levou a criação da campanha de solidariedade foi à situação de vulnerabilidade das populações da região diante da pandemia do novo coronavírus. A cada dia os números de novos casos vêm aumentando e isso motivou a mobilização dos professores do ICSEZ.

Unesco

A campanha tomou força com a adesão do programa de mídias da Unesco (Global Alliance for Partnerships on Media and Information Literacy – Gapmil) e o Coisa de Nerd, um canal de games do YouTube, além de contar com o apoio de professores de todas as unidades da Ufam (Coari, Humaitá, Itacoatiara, Manaus Benjamin Constant).

Os recursos serão geridos pela Nossas – rede de ativismo. Várias instituições participam da campanha como Atopos (Centro de Pesquisa Atopos da Universidade São Paulo – USP, Gapmil) e os Bumbás Caprichoso e Garantido. A organização é da Ufam, Nossas, Coisa de Nerd, URGH.US, Blues e Loop Studio.

Para doar, acesse o site da Campanha: https://www.amazoniacontracovid.org.br/

Compartilhe a tag: #AmazoniaContraCovid

Duração da campanha: De 26 de junho a 17 de julho 

Com informações do MEC


Amazonia 03 de Junho