Idosa com hipertensão e diabetes é curada da Covid-19 depois de passar 21 dias internada em Cuiabá

0
Foto: Dialum Assessoria

A paciente Suzana Maria da Glória, 63, deixou o hospital nessa quarta-feira (27) depois de 21 dias hospitalizada, em Cuiabá. Do grupo de risco do novo coronavírus, ela é hipertensa, diabética e tem doenças pulmonar e cardíaca. E, antes de testar positivo para Covid-19, fez três tratamentos contra câncer.

Ela estava internada no Complexo Hospitalar Cuiabá. Apesar de ter recebido alta, ela ainda deve continuar o isolamento em casa.

“Eu sou muito grata por ter vencido essa doença porque não é fácil, é muito difícil para você respirar, isso não é uma ‘gripezinha’. Então peço às pessoas para que se cuidem e se isolem porque não existe remédio”, afirmou.

Como pertencia ao grupo de risco, ela estava em isolamento social. Nem ela ou seus filhos sabem como aconteceu a contaminação, mas acreditam que pode ter sido na única vez em que Suzana foi a um supermercado.

O pneumologista e clínico geral, Elber Rocha, que tratou dela, disse que o quadro era grave devido às comorbidades e a homenageou por ter vencido a doença. Durante o período de internação, ela chegou a ter 75% do pulmão comprometido.

Para o médico, a cura da paciente foi uma exceção e que a população não deve descuidar da prevenção, pois afirma não existir um tratamento específico que funcione em todos os casos e não há vacina para a doença.


Amazonia 03 de Junho