Mortes por Covid-19 crescem 432% em um mês na cidade de SP e sistema de saúde pode colapsar em 15 dias, diz prefeitura

0
CORONAVIRUS

As mortes por coronavírus subiram 432% em pouco mais de um mês na cidade de São Paulo, segundo anunciou o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em coletiva à imprensa neste domingo (17), quando o prefeito da capital paulista, Bruno Covas, anunciou a retomada do rodízio na cidade a partir de segunda-feira (18).

Segundo Aparecido, há muito mais casos suspeitos da doença do que confirmados na cidade até então. O secretário informou que o sistema de saúde municipal poderá estar comprometido em 15 dias se novas medidas não forem tomadas

Cidade de São Paulo (casos de Covid-19):

  • 135.348 pessoas suspeitas da doença
  • 38.479 casos confirmados
  • 2.766 óbitos confirmados
  • 3.143 óbitos suspeitos

“De 9 de abril a 15 de maio, houve aumento de 432% no número de mortos na nossa cidade. Como disse o prefeito, dos 840 leitos, 89% deles estavam ocupados. Sendo que, em 6 hospitais, chegamos à capacidade de leitos operacionais de 100% da ocupação”, disse Aparecido.

“Até 23 de abril, tínhamos a média de 812 casos de notificação por dia. Chegamos na noite de ontem à notificação de 3.867 casos por dia”, salientou o secretário.

“Em 15 dias, o sistema de saúde de São Paulo estará profundamente comprometido, mesmo com todo o esforço feito até agora na ampliação de leitos. Isso tudo será insuficiente para o grau de evolução que nós temos neste momento da doença”, acrescentou Aparecido.


Amazonia 03 de Junho