Mato Grosso é campeão no aumento do uso de paracetamol: alta de 141,41%; ibuprofeno caiu

0
Foto: Reprodução

O estado de Mato Grosso foi o que mais obteve aumento no uso e venda de paracetamol nos primeiros três meses de 2020. Os dados foram divulgados pelos Conselhos de Farmácia. Só no estado, os números saltaram 141,41%.

O aumento leva em conta o mesmo período (três primeiros meses) de 2019. Em Mato Grosso, os números de venda do paracetamol foram:

Janeiro de 2019 – 40.236 / Janeiro de 2020 – 44.647
Fevereiro de 2019 – 34.488 / Fevereiro de 2020 – 45.951
Março de 2019 – 52.946 / Março de 2020 – 217.609
Total dos 3 primeiros meses em 2019 – 127.670 / em 2020 – 308.207

O paracetamol é um analgésico e atipirético utilizado para alívio de dor e também é antitérmico, usado para diminuição da febre. Como se pode  ver pelos números, o maior aumento em seu uso foi em março de 2020, mês em que o novo coronavírus começou a fazer vítimas em Mato Grosso.

O remédio, inclusive, é mais recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o alívio de sintomas da Covid-19 do que o ibuprofeno que, no estado, teve queda de 2,86% em seu uso (254.726 em 2019 e 247.443 em 2020).

Em março, a OMS recomentou que as pessoas não utilizassem o ibuprofeno. Na época, a Sociedade Brasileira de Cardiologia afirmou que o ibuprofeno deveria ser evitado por aumentar os níveis de um receptor que facilitaria a entrada do vírus na célula. A informação foi dada após estudos preliminares. Nos dados nacionais, o ibuprofeno teve queda de 2,63%, e o paracetamol, aumento de 77,35% em seu uso.


Amazonia 03 de Junho