Mulher aciona polícia e ameaça funcionários de shopping ao ter neto sem máscara barrado

0
Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Assessoria

Uma mulher, não identificada, acionou a Polícia Militar na noite desta quarta-feira (6) após ser impedida de entrar no shopping com uma criança de seis meses que estava sem máscara. O caso aconteceu em Rondonópolis (219 quilômetros de Cuiabá). A mulher afirmou ainda ser funcionária do Procon e realizou ameaças contra funcionários e policiais que estavam no local.

Segundo um dos funcionários da segurança do shopping, o estabelecimento segue o decreto estadual 462 de 22 de abril de 2020, onde o art.2° inciso I, deixa claro que é necessário evitar circulação de pessoas do grupo de risco, bem como a lei complementar n°11.110 de 22 de abril de 2020, que dispõe sobre obrigatoriedade do uso de máscaras como medida não farmacológica para evitar as disseminação do novo Covid-19 no âmbito do estado de mato grosso, e por isso o acesso ao shopping foi negado.

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher estava muito exaltada e alegou trabalhar no Procon do município, utilizando este argumento para intimidar funcionários do shopping e a ação policial, que segundo ela, deveriam efetuar a prisão em flagrante dos funcionários.

Um boletim de ocorrência foi confeccionado. Ninguém foi detido.


Amazonia 03 de Junho