Governo restaura 44 km da estrada Cuiabá-Chapada dos Guimarães

A obra é realizada no trecho que vai do entroncamento da MT-351, conhecido como Trevo do Manso, até Chapada dos Guimarães

0
A previsão é de que a restauração seja concluída até o final do mês de outubro - Foto por: Tchélo Figueiredo/Secom-MT

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), restaura 44 quilômetros da MT-251, a Rodovia Emanuel Pinheiro, entre os municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães. Os serviços já estão 72% executados e seguem em ritmo acelerado.

A obra é realizada no trecho que vai do entroncamento da MT-351, conhecido como Trevo do Manso, até Chapada dos Guimarães. A restauração consiste em refazer o asfalto, a fim de restabelecer os padrões adequados de fluidez, conforto e segurança da rodovia.

Dos 44 quilômetros de restauração previstos para serem executados, 20 quilômetros de extensão já foram finalizados, no trecho que vai do Trevo do Manso até o Rio Mutuca. Os outros 24 quilômetros de extensão, do Rio Mutuca até a Horta Tec (Cachoeirinha), seguem com obras em andamento.

Obras devem ser concluídas até o final de outubro

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a obra é necessária, pois o fluxo de veículos na MT-251 tende a se intensificar com a conclusão do acesso ao distrito de Água fria, além da restauração da estrada de Campo Verde até Chapada dos Guimarães.

“Com isso, mais pessoas vão utilizar a MT-251 para chegar até Cuiabá. Essa é uma estrada que é muito movimentada, principalmente nos finais de semana. É uma estrada que estava necessitando ser restaurada. E além da restauração e revitalização, estamos fazendo também a sinalização e paradas de ônibus”, explicou.

Ainda segundo o secretário, a restauração da rodovia vai proporcionar importantes reflexos econômicos, sociais e de segurança, pois vai estimular o turismo da região do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães e garantir maior conforto para quem precisa trafegar pela rodovia.

Secretário Marcelo de Oliveira

“Os veículos que vêm de Rio dos Peixes, Coxipózinho e os pontos de turismo como Salgadeira, Cachoeirinha e Véu de Noiva são pontos aos quais precisamos dar atenção, pois diminuiremos em muito a quantidade de acidentes. Com asfalto bom, sinalização e as pessoas tendo responsabilidade de não exagerar na velocidade, essa estrada ficará muito boa”, disse.

A previsão é de que a restauração seja concluída até o final do mês de outubro. “É uma mudança grande no perfil de toda essa região, que está sendo muito beneficiada pelo Governo do Estado de Mato Grosso”, encerrou o secretário.


Amazonia 03 de Junho