59% dos brasileiros são contra a renúncia de Bolsonaro, segundo pesquisa

0

Em novo estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Datafolha 59% dos brasileiros não concordam que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) deva renunciar neste momento. A pesquisa foi realizada em âmbito nacional com 1.511 entrevistados por meio de ligação telefônica entre os dias 1º e 3 de abril. Consideram-se 3 pontos para mais ou para menos como a margem de erro.

Lamentável, pesquisa preocupada em renúncia de presidente e não com a pandemia?

A divulgação do levantamento foi realizada pelo jornal Folha de São Paulo neste domingo, 5. De acordo com a pesquisa, 37% das pessoas ouvidas desejam que o presidente renuncie, assim como vem sendo solicitado por vários políticos da oposição; e 4% não souberam responder.

O estudo apontou que somente 33% dos entrevistados consideram a gestão de crise sanitária realizada pelo presidente como boa ou ótima. Já 52% acreditam que ele possui condições de manter a liderança do país. 44% consideram que o presidente perdeu as condições para encabeçar o cargo.

Em números mais específicos a renúncia é defendida por 44% entre os jovens na faixa etária de 16 a 24 anos e também para 42% das mulheres. Aqueles que defendem a renúncia do presidente, 69% ganham entre 5 a 10 salários mínimos, sendo que 65% são homens.

O estudo reflete o cenário mais recente da crise provocada pelo novo coronavirus que, nas últimas semanas, gerou grandes embates provocados pelo presidente contra as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre como se prevenir da pandemia do novo coronavirus, e ainda divergências provocadas aos governadores e prefeitos no que se refere ao isolamento social.

Na semana passada foi lançado o manifesto de solicitação de renúncia de Bolsonaro por um grupo de políticos de oposição entre eles, o ex-presidenciável Fernando Haddad (PT – SP) e Ciro Gomes (PDT – CE).


Amazonia 03 de Junho