Mato Grosso não pretende endurecer regras de isolamento após morte em Lucas do Rio Verde

0
HOSPITAL SAO LUCAS - CENARIOMT

Foi confirmada na manhã de hoje, 3, o falecimento de um paciente de 54 anos, que estava internado à vários dias em uma unidade de terapia intensiva – UTI – de Lucas do Rio Verde-MT.

Segundo o secretário de estado de saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou em uma live transmitida ao vivo nesta manhã, que as restrições e determinações do estado continuarão as mesmas de antes: “Óbitos irão ocorrer, infelizmente”, disse.


-Continua depois da publicidade ©-

 

“As medidas adotadas são as mesmas de sempre. O óbito não muda o nível de restrição e não muda as medidas que tem”, disse o secretário. “O óbito é uma circunstância sempre possível. Pacientes agravados estarão dentro dessa estatística que hoje está em 3,8% de óbitos. E os óbitos irão ocorrer, infelizmente, mas não mudam as regras estabelecidas até aqui”.

 


O secretário afirmou ainda, que o pico de contágio do novo coronavírus em Mato Grosso deve acontecer entre a segunda quinzena de abril e primeira quinzena de maio. “Não podemos fazer futurologia, mas acreditamos que nesse período teremos o maior número de casos no estado. Mas eu sou otimista e quero crer que tudo vai estar sob controle”, afirmou.


--Continua depois da publicidade ©--

 

No último decreto, o governo determinou que o comércio pode funcionar, com algumas restrições e cuidados. Em Lucas do Rio Verde, a Acilve e a CDL solicitaram a reabertura do comércio local, pedindo ao prefeito a flexibilização do Decreto Municipal para que as empresas voltassem a trabalhar. Confira o Decreto publicado pela prefeitura – Clique Aqui.

Segundo assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal, o prefeito Luiz Binotti irá se pronunciar as 11h desta manhã onde trará novas informações.

Após ‘afrouxar’ isolamento social, Lucas do Rio Verde vive dia intenso com filas em bancos


--Patrocinio Oficial--