Gás de cozinha: Petrobras faz reforço do abastecimento em todo o país

0

A Petrobras informou que realizou compras adicionais conforme o seu programa de importação para reforçar o abastecimento do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Com essas importações realizadas haverá uma soma com as produções feitas nas refinarias da região sudeste e aumentará a capacidade de distribuição para atender a população. Em outras palavras, não há necessidade de estocar os botijões de gás residenciais.

Nos últimos dias houve um momento na venda de botijões devido a preocupação quanto a continuidade da quarentena por causa da pandemia do coronavÍrus.

De acordo com a Petrobras Não é necessário fazer a estocagem de gás neste período, uma vez que haverá o abastecimento à toda a população brasileira, que informou para a Agência Brasil, que na segunda-feira, 30, chegou um navio no porto de Santos, enquanto os outros 2 devem chegar nos dias 6 e 10 de abril, respectivamente.

Conforme a estatal, cada navio possui uma capacidade adicional de 20 milhões de quilos de GLP, o que corresponde a 1,6 milhão de botijões que armazenam 13 quilos. Além disso, a companhia informou ontem, 31, a redução em 10% dos preços dos botijões de cozinha. Para se ter ideia, o valor médio cobrado nas refinarias é de R$ 21,85 por botijão de 13 kg, o que significa uma redução no ano de 21%.


Mas para que a redução dos preços alcance o consumidor final a Petrobras espera que haja uma contribuição tanto das distribuidoras quanto dos revendedores do botijão de gás, pois nos últimos dias houve a comercialização do gás com o aumento de 20% na cidade de São Paulo devido ao atraso da reposição do produto, segundo informações e cálculos realizados pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás).


--Continua depois da publicidade ©--

Petrobras reduz preço do GLP em 10% a partir desta terça-feira, 31