Dupla que protestou contra isolamento social é presa com carro roubado em MT

0
Foto: PMMT

Entre diversas carretas que ocorreram no fim de semana em várias cidades do Brasil, pedindo o fim do isolamento social e a reabertura do comércio, algumas terminaram na delegacia.

Em Mato Grosso, por exemplo, na cidade de Rondonópolis (distante 23km de Cuiabá), dois rapazes tiveram que assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência e vão ter que explicar porque estavam com um carro roubado na manifestação.


-Continua depois da publicidade ©-

Segundo as poucas informações policiais do caso, dois homens puxavam a fila de manifestantes, que pediam o contrário do que recomendam as autoridades da Saúde pública. 

Com buzinaços, camisas da Seleção Brasileira e evidenciando o presidente Jair Bolsonaro, a dupla estava em um veículo Onix, que havia sido roubado em 04/07/18 na cidade de Rondonópolis. 


Policiais da cidade acompanhavam o ato e resolver fazer buscas pelas placas dos participantes. E para a surpresa dos militares, o carro que puxava a fila tinha registro de roubo.


--Continua depois da publicidade ©--

A dupla alegou que não sabia do crime e que o comprador do carro havia adquirido o veículo há dois anos e, inclusive, já teria quitado a dívida. Mesmo sob essas alegações, eles foram levados à delegacia e terão que se explicar para a polícia e para a Justiça sobre o motivo do veículo ter registro de roubo.

Um caso parecido também aconteceu em outra manifestação. Dessa vez fora de Mato Grosso, no estado do Pará, em Altamira. Por lá, uma caminhonete estava com mais de quatro anos de licenciamento atrasado e várias multas.

Segundo o Departamento de Trânsito daquele estado, o proprietário está em dívida com o licenciamento desde 2015 e um total de R$22 mil somente em multas. “Todo o valor das multas, quando arrecadado, será revertido em ações de combate ao coronavírus no Pará”, complementou Marcelo Guedes, diretor geral do Detran.



--PATROCINADO--