Identificadas oficialmente as quatro vítimas de chacina em Lucas do Rio Verde; Dois suspeitos foram presos

0

A Polícia Militar de Lucas do Rio Verde confirmou oficialmente a identificação das quatro vítimas, morta em uma chacina na noite dessa sexta-feira (27). O crime aconteceu em uma residência, localizada na Avenida Itanhangá, no bairro Parque das Araras.

Todas as vítimas foram atingidas por disparo de arma de fogo na cabeça.


-Continua depois da publicidade ©-

Ricardo Júnior Campos José (23 anos), faleceu no local do crime. Daniel de Oliveira Gonçalves (22 anos) e Diego Luiz Jantsch (30 anos) faleceram logo após darem entrada em estado grave no Hospital São Lucas. Iago Victor (22 anos) faleceu já na manhã deste sábado (28) quando estava em observação médica.

O corpo de Ricardo Júnior deverá ser translado para Nova Mutum-MT, onde será sepultado. Diego e Daniel deverão ser sepultados em Lucas do Rio Verde em horário ainda a ser confirmado.


Já o jovem Iago Victor será transladado para a cidade de Sorriso-MT, onde residia.


--Continua depois da publicidade ©--

SUSPEITOS PRESOS  

As Polícias Judiciária Civil e Militar de Lucas do Rio Verde-MT confirmaram que ao menos duas pessoas foram presas e reconhecidas por testemunhas como sendo autores do atentado que tirou a vida de quatro jovens e deixou um em estado grave. Outros dois também foram conduzidos, mas foram liberados.

Conforme o CenárioMT informou anteriormente, o crime aconteceu das 22h00 em uma residência na Avenida Itanhangá, bairro Parque das Araras. As vítimas foram surpreendidas por dois suspeitos quando estavam no interior da casa. Os jovens receberam diversos disparos na cabeça.

De acordo com o investigador Wladimir Mesquita, assim que houve o crime, as polícias iniciaram diligencias e até o início da manhã deste sábado (28) quatro pessoas foram conduzidas para a delegacia, sendo que duas delas foram reconhecidas por testemunhas como sendo autores dos disparos.

Os principais suspeitos foram presos nos bairro Rio Verde e Primaveras. Em uma casa, onde um dos suspeitos foi preso, a polícia encontrou um revólver calibre 38 e porção de entorpecente.

O CASO   

Por volta das 22 horas desta sexta-feira (27) um grupo de amigos que estavam em uma residência, no bairro Parque das Araras, quando dois suspeitos chegaram com uma motocicleta e invadiram o local.

Os criminosos ordenaram que os quatro rapazes deitassem no chão e atiram na cabeça das vítimas. Algumas meninas que estavam na casa não foram atingidas.

Os suspeitos fugiram do local rapidamente. Testemunhas disseram que eles usavam uma motocicleta preta e capacetes de rally, o que auxiliou a polícia a fechar o cerco contra os criminosos.

A polícia trabalha agora para apuras as motivações do crime.