Coronavírus atinge família real britânica

0

Hoje, 25, foi divulgado um comunicado da família real britânica para informar que o Príncipe Charles (71) testou positivo para a COVID-19. Ele é o primeiro na linha sucessória ao trono real britânico.

Até o momento, Charles apresenta sintomas leves da doença, e por precaução ele trabalha em sua residência desde os últimos dias. Tanto ele quanto a sua esposa Camilla, duquesa de Cornuália (72), estão isolados em uma residência na Escócia (Casa de Clarence). Ela ainda não teve um diagnóstico positivo da doença.

Com isso muitos acabaram se preocupando com a saúde da rainha Elizabeth II, mas a última vez que ela teve contato direto com seu filho foi em um encontro realizado no dia 12 de março, portanto, antes da contaminação pelo vírus, segundo informações divulgados pela realeza britânica a agência Reuters. A rainha possui 93 anos de idade.

E devido aos vários compromissos que o príncipe realizou nas últimas semanas é praticamente impossível determinar com precisão de quem ele contraiu o COVID-19.


-Continua depois da publicidade ©-

Na última segunda-feira, 23, Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, anunciou as medidas para o combate ao coronavírus. A determinação é de que a população daquele país só poderá se deslocar para ir ao trabalho em situações que não é possível as atividades serem feitas de forma remota como, por exemplo, home office; sair somente para se fazer compras de itens essenciais, assim como ficou autorizado as saídas para o atendimento de necessidades médicas do próprio indivíduo ou de pessoas em vulnerabilidade.


--Continua depois da publicidade ©--

Essas medidas tomadas pelo governo britânico possuem uma validade de 3 semanas, mas podem se estender ao finalizar esse período. Segundo os últimos dados levantados pela Universidade Johns Hopkins,  nos Estados Unidos, foram confirmados mais de 8 mil casos no Reino Unido e 422 mortes provocadas pelo coronavírus.