Secretaria de Saúde de Mato Grosso esclarece ações sobre Coronavírus

0

Quando novas doenças surgem, começam também os boatos sobre elas. E com o novo coronavírus não está sendo diferente.  Diante deste cenário, temos todos os dias, novas notícias e informações sobre o novo coronavírus, uma doença respiratória grave, que surgiu na China há algumas semanas.

E no meio de tantas notícias, temos aquelas que são verdadeiras e as que são falsas, as famosas Fake News que possuem uma força de propagação enorme, por meio das redes sociais e de aplicativos de mensagens.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) de Mato Grosso, por meio do Centro de Operações em Emergência a Saúde Pública para o COVID-19, informa que está monitorando os rumores acerca de suspeitos de contaminação da doença em Mato Grosso.  E ressalta que, imediatamente, tem acionado os serviços de saúde local para esclarecimento e tomada de medidas.

A SES informa ainda que todos os casos suspeitos de coronavírus em Mato Grosso foram verificados e, até o momento, nenhum foi enquadrado nas definições preconizadas pelo Ministério da Saúde.

O órgão estadual ressalta que o site da SES e do Ministério da Saúde dispõem de dados acerca do coronavírus e que estas são as informações oficiais.

A orientação é de que não sejam divulgadas as informações não oficiais e checada a veracidade dos conteúdos, pois a divulgação de notícias falsas causa pânico e atrapalha a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Ontem, 26, o CenárioMT entrou em contato com a Secretaria de Saúde após um áudio viralizar nas redes sociais informando que que uma pessoa com suspeita da doença chegou a Mato Grosso e que o paciente seria de Lucas do Rio Verde, bem como os exames estavam sendo feitos em um laboratório de Sinop-MT. Fomos informado que é Fake News. A informação que consta no áudio não é verdadeira. Em contato com o laboratório citado, o CenárioMT teve a informação de que nenhum exame desse tipo chegou até a unidade. O laboratório não realiza esse tipo de exame. Veja a reportagem completa – Clique Aqui!

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  •  Não compartilhar objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  •  Manter os ambientes bem ventilados;
  •  Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde – CIEVS-MT.

Quais são os sintomas do coronavírus (nCoV-2019)?

Os sinais e sintomas clínicos do novo coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Os principais sintomas são:

  • Febre.
  • Tosse.
  • Dificuldade para respirar.

 

VEJA TAMBÉM