Classificação do Inter garante Gre-Nal inédito pela Libertadores

0
O Internacional derrotou o Universidad de Chile por 2 a 0 nesta terça (11) e se classificou para a terceira fase prévia da edição 2020 da Copa Libertadores. - © Sport Club Internacional

O Internacional garantiu o clássico Gre-Nal na próxima fase da Libertadores ao superar o Tolima, da Colômbia, por 1 a 0 no Beira-Rio, na quarta-feira (26). O resultado, conquistado com gol de Paolo Guerrero, após grande jogada de D’Alessandro, coloca o Colorado no grupo E da competição, o mesmo do rival Grêmio, e que ainda tem América de Cali, da Colômbia, e Universidad Católica, do Chile.

No ano passado, o duelo quase aconteceu pela semifinal do torneio continental. Para isso, nas quartas de final, o Grêmio precisaria eliminar o Palmeiras e o Inter despachar o Flamengo. O Tricolor teve sucesso. O Colorado, porém, caiu para o Rubro-Negro – que, depois, passaria pelos gremistas e chegaria à final para ser campeão diante do River Plate, da Argentina.


-Continua depois da publicidade ©-

Os clássicos pela fase de grupos serão inéditos na Libertadores, mas já ocorreram em outra competição continental, com domínio colorado. Em 2004, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, o Inter levou a melhor no placar agregado em 3 a 2 (2 a 0, 1 a 2) e avançou, caindo apenas na semifinal para o campeão Boca Júniors, da Argentina.

Quatro anos depois, novamente pela segunda fase, foram dois empates (1 a 1 e 2 a 2), com a vaga a favor do Inter decidida pelo gol fora de casa. O time de Nilmar, D’Alessandro, Alex, Guinãzu e companhia iniciava ali a caminhada para o título diante do Estudiantes, da Argentina. Foi a primeira conquista de um clube brasileiro na Sul-Americana.

O duelo de maior rivalidade no Rio Grande do Sul está com datas marcadas pela Libertadores. O primeiro encontro será em 12 de março, na Arena do Grêmio, pela segunda rodada. O segundo está previsto para 8 de abril, no Beira-Rio. Nesse intervalo, colorados e gremistas ainda disputarão um Gre-Nal pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho, em 21 de março, também no Beira-Rio.

Além desses, pelo menos outros dois Gre-Nais estão garantidos no ano, ambos pelo Campeonato Brasileiro. Há, porém, a possibilidade de mais cinco encontros: um pela semifinal ou final do returno do Gauchão, dois em um eventual mata-mata da Libertadores e dois pela Copa do Brasil – ambos entram apenas nas oitavas de final da competição.

Neste ano, o único duelo até o momento foi pela semifinal do primeiro turno do Gauchão. O Grêmio venceu por 1 a 0, com gol de Diego Souza, e se classificou para a decisão, onde foi superado pelo Caxias. Ou seja: 2020 pode ter, ao todo, 11 edições de um dos maiores clássicos do futebol brasileiro, por até quatro competições diferentes.

No outro jogo de quarta-feira (26) pela Libertadores, o Barcelona de Guayaquil, do Equador, goleou o Cerro Porteño, do Paraguai, por 4 a 0, fora de casa, e se garantiu no grupo A, o do Flamengo. A chave ainda tem Independiente del Valle, também do Equador, e Junior Barranquilla, da Colômbia.