Especialista fala sobre o futuro da ortodontia: aparelhos invisíveis

0

Diga adeus aos longos tratamentos ortodônticos, que podiam durar anos e ainda eram um transtorno na rotina do paciente. A Dra. Patricia Bertges revela como a ortodontia invisível está redefinindo tudo

A necessidade de usar um aparelho para correção da posição dos dentes costuma ser um processo marcado por incômodos, visitas constantes ao dentista, gastos com manutenção durante prolongado período de tempo e mudanças significativas na rotina e na aparência do paciente, em especial quando o paciente já está na fase adulta.

No entanto, o futuro da ortodontia já está disponível no presente e promete ser uma revolução total para aqueles que precisam recorrer aos tratamentos. A ortodontia invisível, que se utiliza da tecnologia desenvolvida pela Invisalign, através de alinhadores invisíveis, em substituição aos bráquetes metálicos, está redefinindo a ortodontia por trazer vantagens que vão além da estética e da praticidade.


-Continua depois da publicidade ©-

Segundo a especialista em Invisalign, Dra. Patrícia Bertges, este aparelho é o futuro da ortodontia:  “esse tipo de aparelho possui uma tecnologia mais moderna, o que diminui o tempo de tratamento.  Em sua confecção é utilizado um scanner de alta precisão que possibilita com que o profissional veja qual a posição atual dos dentes e faça uma simulação de qual será o resultado final ao término do tratamento. Assim, ele é mais eficaz que tradicional”, explica.

Conforto

Além de serem transparentes, esses aparelhos também tem o conforto como palavra-chave. “O aparelho invisível pode ser removido a qualquer momento pelo usuário, o que lhe traz maior liberdade e facilidade na higienização.  Isso faz com que o paciente não tenha tantos transtornos na escovação, já que a rotina é basicamente a mesma. Basta retirar o acessório e escovar os dentes normalmente”, aponta.

Valor

Em comparação com os aparelhos metálicos e os tratamentos tradicionais, o Invisalign já apresenta o valor bem próximo ao dos aparelhos tradicionais.“Podemos reduzir o tempo de uso e acelerar os resultados em até 4 vezes se comparados com os tratamentos tradicionais, o que obviamente reduz o custo total”, revela.

Futuro da ortodontia

Segundo a Dra, Patrícia, em poucos anos, os aparelhos invisíveis serão o padrão adotado para tratamentos ortodônticos. “O aparelho não é fixo, podendo ser removido para alimentação e higienização e o tratamento é projetado de forma individual, pensando exclusivamente para cada caso. Por ser transparente, o aparelho une estética e eficiência. Em média, os pacientes demoram cerca de 5 a 12 meses de tratamento, de acordo com a quantidade necessária de alinhadores removíveis”.