Secretaria de Saúde de Mato Grosso alerta foliões para doenças e infecções transmissíveis

0

O Governo do Estado, por meio da equipe técnica de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estadual de Saúde (SES-MT), começa no domingo (16.02) campanha para o período de carnaval, com foco voltado para a prevenção de doenças e de infecções transmissíveis por relação sexual sem o uso do preservativo ou de outras formas de contatos e de hábitos.

A campanha tem como objetivo destacar a importância da prevenção e do cuidado com a própria saúde, especialmente no período das festividades, para que os foliões brinquem o carnaval com segurança e tranquilidade. A SES-MT destaca que preservativos estarão disponíveis na rede pública de saúde dos municípios. E para reforçar a prevenção, principalmente no período de folia, o Estado vai distribuir 2 milhões de preservativos aos 141 municípios.


-Continua depois da publicidade ©-

De acordo com a equipe técnica da SES-MT, responsável pelo Programa Estadual de Vigilância, Prevenção e Controle das ISTs, HIV/AIDS e Hepatites Virais, a infecção por HIV/AIDS continua sendo um grande desafio para a saúde pública e o diagnóstico precoce é fundamental para as ações direcionadas à adesão, tratamento e acompanhamento dos pacientes.

O vírus da síndrome de imunodeficiência Humana (HIV), que pode evoluir para a doença conhecida como AIDS, é contraído principalmente pela prática de relação sexual sem proteção individual, que nesse caso é o uso de camisinha (preservativo).


-Continua depois da publicidade ©-

Mas existem outras doenças e infecções que também representam risco à saúde humana, como a sífilis e as hepatites virais Segundo a técnica Regina Mary da Silva Nascimento, do Programa Estadual de Controle das Hepatites Virais da SES-MT, a sífilis, assim como o HIV, podem ser evitados pelo hábito de usar camisinha.  No caso das hepatites virais tipos A e B, podem ser evitadas por meio de vacina, disponível nas unidades de saúde pública dos municípios.


--Continua depois da publicidade ©--

As hepatites se caracterizam por inflamação do fígado, podendo ser causadas por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Evitar as hepatites A e B é muito fácil, basta tomar as três doses da vacina, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings.

Não existe vacina contra a hepatite C, mas para evitar a doença recomenda-se não compartilhar com outras pessoas nada que possa ter entrado em contato com sangue, como seringas, agulhas e objetos cortantes.