Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Civil da cidade de Juranda, no Paraná, abriu inquérito para investigar um crime de violação de túmulo. Os criminosos ainda atearam fogo no caixão, de um homem que foi assassinado e sepultado dois dias antes.

De acordo com a polícia, os suspeitos quebraram o túmulo de Michel Lopes de Oliveira, nessa quarta-feira (12).


-Continua depois da publicidade ©-

O homem, 31 anos, foi sepultado na segunda-feira (10), depois de ter sido assassinado a facadas no sábado (08). Os suspeitos de terem matado Michel, seria dois ex-funcionários, por conta de uma dívida.