Prefeitura de Sinop começa a utilizar drones para monitorar focos de dengue em casas fechadas

0
Foto: Ademir Specht

A Prefeitura de Sinop, a 503 km de Cuiabá, começou a utilizar drones, nessa quinta-feira (23), para vistoriar os imóveis onde os agentes de combate a endemias não conseguem adentrar durante as ações de orientação/fiscalização.

Conforme o secretário de Saúde, Gerson Danzer, nos imóveis fechados com quintais sujos será deixada uma notificação para que o morador entre em contato com o Centro de Endemias em, até, 24 horas, mostrando interesse e se dispondo à receber as equipes. Caso contrário, a lei municipal que permite a entrada dos agentes, junto com a Polícia Militar, será executada.

Na primeira semana de mutirão, aproximadamente 40% das casas foram encontradas fechadas ou houve resistência do morador em abrir as portas.

Denúncias

A Prefeitura de Sinop conta, também, com o apoio da sociedade para a realização de denúncias de imóveis e locais com suspeita de entulho acumulado e foco de dengue. O número de telefone é o 3511-1829; já pela internet, é possível informar o município por meio do aplicativo Se Liga Sinop, baixado gratuitamente, ou pelo site www.seligasinop.com.br.

Balanço de 2019

Em 2019, foram notificados 2.458 casos de dengue em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Destes 722 foram confirmados, sendo que um deles levou à morte de uma criança diagnosticada com dengue hemorrágica. O alto índice de casos da doença levou a Prefeitura de Sinop a criar uma sala de emergência para elaborar e colocar em prática ações que possam prevenir e combater a doença.

Fazem parte desse grupo de trabalho servidores das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Educação e Obras.

Um biólogo cedido pelo Ministério da Saúde ao município coordena os trabalhos.