Emprego aumenta em todos os setores da economia brasileira

O resultado também foi positivo em todas as regiões do país, com destaque para o Centro-Oeste

0

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia, nesta sexta-feira (24), indicam uma retomada da atividade econômica brasileira. Ao todo, foram gerados 644.079 postos de trabalho perfazendo um aumento de 21,63% se comparado a 2018.

“Todos os setores tiveram desempenho positivo. E além [dos bons resultados] estarem espalhados em todos os setores, também estão espalhados em todas as regiões do país. Isso é importante!”, ressaltou o subsecretário de Políticas Públicas de Trabalho, Matheus Stivali.


-Continua depois da publicidade ©-

Setores econômicos

Os oito setores econômicos registram saldo positivo: Extrativa Mineral gerou 5.005 novos empregos; Indústria de Transformação, 18.341; Serviços Industriais de Utilidade Pública, 6.430; Construção Civil, 71.115; Comércio, 145.475; Serviços, 382.525; Administração Pública, 822; e Agropecuária, 14.366.

O setor de Serviços foi o que apresentou o maior saldo em 2019, com um crescimento de 2,22% em comparação com 2018. O subsetor com números mais robustos foi o de Comercialização e Administração de Imóveis, com 188.797 novos postos de trabalho.

Números regionais

No recorte geográfico, em números totais, a região Sudeste foi a que mais se destacou na criação de novos empregos. Percentualmente, o Centro-Oeste foi o que mais apresentou crescimento.

Sudeste: +318.219 postos (+1,50%)
Sul: +143.273 postos (+2.01%)
Nordeste: +76.561 (+1,21%)
Centro-Oeste: +73.450 (+2,30%)
Norte: +32.576 (+1,82%)