Advogada do goleiro Bruno se revolta após desistência: ‘Querem ele morto’

0
Bruno seria contratado para jogar no Operário de VG, mas negócio foi barrado por causa de repercussão negativa

Horas depois de o Operário-MT desistir da contratação do goleiro Bruno, a advogada do atleta, Mariana Migliorini, se mostrou indignada com a situação. Em entrevista ao site O Tempo, ela lamentou o recuo da diretoria do clube do Centro-Oeste e defendeu o cliente de 35 anos.

“Os empresários de Várzea Grande [cidade que é sede do Operário] não querem ter o nome do Bruno vinculado a eles por conta da repercussão social. Querem ele morto. Isso não é pena, não é algo civilizatório. O Bruno já cumpriu a pena, Deus perdoa. A sociedade não”, disse a advogada.


-Continua depois da publicidade ©-
Mais notícias no CenárioMT sobre Goleiro Bruno