Estado do Mato Grosso recebe R$ 250 mil em doações para os Fundos da Criança e do Adolescente e do Idoso

0

O estado do Mato Grosso recebeu R$ 250 mil reais em doações para o Fundo da Criança e do Adolescente e do Idoso. Somente Cuiabá recebeu R$ 140 mil reais em doações, sendo R$ 80 mil para o Fundo da Criança e do Adolescente e R$ 60 mil para o Fundo do Idoso. A iniciativa é do Banco da Amazônia, que anualmente dedica 1% do Imposto de Renda devido no exercício fiscal para o atendimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social na região.

 

Os outros municípios contemplados com as doações para os Fundos da Criança e do Adolescente foram Guiratinga, Rondonópolis, Sorriso, Santa Rita do Trivelato, Itanhangá, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Várzea Grande. Já Tangará da Serra e Várzea Grande foram beneficiados com verba para o benefício de idosos.

Segundo o superintendente em exercício do Banco da Amazônia no Mato Grosso, Paulo Henrique de Almeida, a iniciativa é de suma importância para o desenvolvimento do estado e as doações servirão para promoção de editais, capacitações de conselheiros, realização de exames de DNA, bem como outras ações que contribuem para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida de pessoas carentes. “Os recursos fortalecerão a democratização do repasse e a implementação de ações voltadas às garantias de direitos de crianças, adolescentes e idosos de Mato Grosso”, garante.

O auxílio para o Fundo da Criança e do Adolescente por meio da dedução do Imposto de Renda pode ser realizada durante todo o ano. Dessa forma, algumas empresas, a exemplo do Banco da Amazônia, dedicam parte do IR devido de 2019 ao fundo antes do período de declaração.

 

Doação

Pelo terceiro ano consecutivo, o Banco da Amazônia destina a porcentagem do Imposto de Renda devido no exercício fiscal para o atendimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social na região. Neste ano, será doado R$ 1,68 milhão para os Fundos de Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos dos Idosos dos estados do Acre, Mato Grosso, Tocantins e Rondônia. Com esse valor, já somam R$5,6 milhões doados desde 2017, beneficiando milhares de crianças, adolescentes e idosos que vivem na Amazônia Legal.

 

Em 2017, foram contemplados os Fundos de Direitos da Criança e do Adolescente e dos Direitos dos Idosos do Acre, Amazonas e Pará e para o Hospital de Câncer de Barretos, que possui unidade hospitalar na cidade de Porto Velho, no estado de Rondônia. Ano passado, a doação foi direcionada para os dois Fundos, beneficiando projetos nos estados do Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Tocantins, Pará e o Hospital do Amor.

 

O Banco da Amazônia tem a missão de desenvolver a região de forma sustentável com crédito e soluções eficazes, atuando de forma responsável de acordo, também, com sua visão, valores e princípios para a criação de uma sociedade mais justa, seja nas práticas de governança, nos programas internos, na inclusão bancária das classes de menor renda ou nos financiamentos de projetos de importância para a região.

 

Tomando isso como norte, a Instituição atua, ainda, com base em sua Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA), que tem por objetivo divulgar o compromisso e o posicionamento do Banco com a sustentabilidade socioambiental perante a sociedade, bem como estabelecer os princípios e as diretrizes estratégicas norteadoras das ações socioambientais nos negócios e no relacionamento com suas partes interessadas, daí ser princípio dessa Política, dentre outros, o compromisso de defesa e proteção aos direitos humanos e dos direitos da criança e o desenvolvimento local.