Um motorista que viajava com a família pela BR-020, nesta quinta-feira (16), nas proximidades do município de Tauá, no Ceará, denuncia ter sido jogado para fora do acostamento por um carro-forte. No veículo, uma caminhonete, estavam o motorista, a mulher dele, no banco do passageiro dianteiro, e dois filhos do casal no banco detrás. As vítimas do acidente tiveram apenas arranhões.

“Fui tentar ultrapassar e ele entrou na frente. Como eu já havia lançado pra fazer a ultrapassagem, mais rápido do que eles, eu freei e tirei pro acostamento. E aí, ele jogou o carro contra o nosso, bateu na porta do nosso carro e jogou a gente pra fora da estrada”, relata o motorista da caminhonete, Leonardo Porto.


-Continua depois da publicidade ©-

G1 solicitou posicionamento da empresa responsável pelo carro-forte por meio do e-mail corporativo, e aguarda retorno. Por telefone, a reportagem também tentou entrar em contato, mas foi informada de que o setor responsável estava em horário de almoço.

O carro da família desceu um barranco e parou após bater em uma árvore.

“Minha esposa se arranhou porque ela ficou muito nervosa na saída do carro, tinham muitos espinhos. Como era uma descida, tentei segurar o carro pra

Segundo o proprietário, o veículo ficou completamente destruído. A família tinha trocado de carro recentemente para realizar a viagem, segundo Porto.

A família registrou boletim de ocorrência sobre o caso, e tem intenção de acionar a Justiça contra a empresa do carro-forte.

não virar e fui tentando diminuir a velocidade, quebrando tudo, até que a gente parou no tronco de uma árvore”, descreve a vítima do acidente.