Dois soldados lotados no 12º Batalhão da Polícia Militar de Sorriso-MT foram presos na noite desta sexta-feira (17) depois de, supostamente, causarem terror em um espetinho localizado na rua Tangará, zona Leste da cidade. Os policiais teriam agredido verbalmente e expulsado clientes do estabelecimento e ainda teriam atirado no rosto de uma mulher de 44 anos.

As vítimas relataram ao Portal Sorriso que era por volta das 22h desta sexta-feira (17) quando os dois policiais chegaram ao local e passaram a agredir um cliente que estava no balcão. Ao pedir para que parassem com as agressões e se retirassem do estabelecimento, o proprietário também foi agredido com tapas no rosto e ameaçado de morte caso chamasse a polícia.

Os policiais, segundo as vítimas, ainda xingaram e expulsaram vários clientes do local.

Depois disso, a dupla teria adentrado a pé um beco que fica ao lado do estabelecimento, agredido com coronhadas um rapaz e atirado no rosto de uma mulher de 44 anos atingindo a boca e o pescoço da vítima.

As vítimas foram socorridas pelos Bombeiros e encaminhadas ao Hospital regional de Sorriso.

A mulher que levou o tiro no rosto permanece internada na unidade médica, sem condições de falar e por isso ainda não prestou depoimento à Polícia Judiciária Civil.

Os dois policiais militares foram presos e conduzidos para o quartel onde permanecem detidos.

O caso passa a ser investigado.

Um dos policiais já havia sido preso em novembro suspeito de tentar extorquir o dono de uma distribuidora de bebidas da cidade. Após pouco mais de uma semana de prisão, ele foi solto.