Suspeitos confessaram à polícia que fazem parte de uma quadrilha especializada em golpes de aplicativos.
Foto: PM-MT/Divulgação
;
;

Três pessoas foram presas suspeitas de estelionato e formação de quadrilha depois que a Polícia Militar descobriu uma ‘central’ de golpes pela internet em uma casa no Bairro Cohab Tarumã, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, nessa sexta-feira (17).

De acordo com a polícia, uma equipe policial foi até a casa depois de uma denúncia anônima. No local, um dos suspeitos apresentou um documento falso e, ao ser questionado, revelou a identidade.

O morador tinha um mandado de prisão em aberto expedido pela 2ª Vara Genérica de Cerejeiras (RO) pelo crime de homicídio.

Durante buscas dentro da casa, que ele informou ser alugada, a polícia encontrou outros dois homens e diversos equipamentos usados para aplicar golpes em sites de compra e venda de produtos.

Os suspeitos, segundo a polícia, confessaram fazer parte de uma quadrilha especializada em golpes de aplicativos.

No local, os policiais apreenderam máquinas de cartão, celulares, cadernos de anotações, cheques totalizando R$ 15 mil, além de chips, cartões de crédito e um aparelho de oftalmologia que foi roubado do Cinetran de Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá.

Os suspeitos foram presos e encaminhados à delegacia para prestar esclarecimentos.

Outra quadrilha

Ainda nesta semana quatro homens e uma mulher foram presos em uma casa no Bairro Altos do Coxipó, em Cuiabá, por estelionato. A quadrilha também usava o local como espécie de “central de golpes”, segundo a Polícia Militar.

Os criminosos se reuniam diariamente no local para planejar e aplicar os golpes com vendas falsas pela internet. Os crimes eram praticados em Mato Grosso e outros estados.

Na casa, os policiais da Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam) encontrou 10 celulares, 25 cartões bancários, duas máquinas de cartão, além de comprovantes de depósito, munições de arma de fogo, e R$ 7,9 mil em dinheiro.