Por Mato Grosso, pelo Brasil

0

O ano de 2019, meu primeiro ano como deputado federal, foi um período muito difícil, com obstáculos tão grandes quanto os desafios deixados pelos governos anteriores. Mas recompensador por ver as mudanças que começam a acontecer, em todas as áreas da administração pública, graças ao grupo de homens e mulheres comprometidos com o bem comum.

Ao longo dos últimos anos, quando eu sequer sonhava em ser deputado federal e menos ainda que seria eleito com o apoio do nosso presidente, Jair Bolsonaro, venho demonstrando minha indignação com os malfeitos políticos e com o tratamento aos trabalhadores rurais, que enfrentam chuva, sol e frio para produzir alimento e riqueza ao nosso país.


-Continua depois da publicidade ©-

Por isso, participei durante todo o ano de importantes decisões, que estão mudando para melhor esta realidade, como as alterações nas regras do Cadastro Ambiental Rural, a assinatura da MP da Regularização Fundiária e a liberação de quase R$ 74 milhões em recursos para que Mato Grosso, enfim, consiga titular as terras de milhares de pessoas que encaram isso como um sonho.

Do ponto de vista econômico, tivemos importantes avanços como a Reforma da Previdência e a MP que desburocratizou o país. E é disso que precisamos, de mais Brasil e menos Brasília, de um Estado menor, de mais oportunidades para quem quer trabalhar, para quem quer empreender, para quem quer fazer desta terra um lugar melhor para nossos filhos e netos.

Foi um ano de aprendizado. Aprendi, por exemplo, que por maior que seja o desejo de mudança de um grupo de eleitos, resultado do desejo dos eleitores, ainda há aqueles que defendem e lucram com o atraso e com o declínio do nosso país. A vocês, meu recado sobre estas pessoas: elas jamais vencerão, elas jamais prosperarão e encontrarão em mim aquilo que tiveram ao longo deste ano, alguém que não tem medo de defender a família e a pátria.

Ainda há muito por fazer. Não seria em um ano que conseguiríamos reconstruir aquilo que foi destruído durante quase duas décadas. E vocês podem ter certeza, que com o Brasil acima de tudo e Deus acima de todos faremos mais e teremos muitos motivos para comemorar ao final de 2020.

*Nelson Barbudo é deputado federal e presidente do PSL de Mato Grosso


-
-