Ajudante sem habilitação operava trator quando atropelou banhista em praia de São Vicente — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Uma mulher de 75 anos, atropelada por um trator enquanto tomava sol em uma praia de São Vicente, no litoral de São Paulo-SP, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital onde estava internada.

Familiares da vítima afirmam que o veículo era conduzido por um motorista sem habilitação que tentou fugir do local após o acidente, mas acabou sendo detido.

Conforme apurado pelo G1, o atropelamento ocorreu por volta das 9h do último domingo (29), na Praia do Itararé, em São Vicente. Segundo um familiar da idosa, que prefere não se identificar, ela tinha o costume de frequentar a praia que ficava em frente ao seu apartamento.

No dia do acidente, ela estava deitada em uma cadeira de praia, na faixa de areia, quando foi atropelada pelo veículo. Ao ter um dos braços e parte do abdômen e do tórax esmagados, a vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal de São Vicente, o antigo ‘Crei’.


Em entrevista ao G1 nesta quinta-feira (2), o familiar afirma que a idosa foi induzida ao coma devido a gravidade dos ferimentos. “Os remédios não davam conta da dor dela, então o médico a colocou em coma induzido. Depois, a levamos para o Hospital Ana Costa. Agora ela morreu e a família toda ficou sem chão”, desabafa.


--Continua depois da publicidade ©--

O familiar aponta, também, a falta de responsabilidade da prefeitura por permitir um funcionário sem habilitação conduzisse um trator em local com grande fluxo de pedestres e banhistas. “Muitas pessoas com quem conversamos disseram que a praia estava lotada. Como pode alguém dirigir um trator em uma praia desse jeito?”, questiona.

“Além da tristeza, estamos indignados. O funcionário não era capacitado para conduzir uma máquina pesada e ainda tentou fugir, mas acabou sendo pego. Como família, estamos tentando nos organizar, mas alguém tem que ser responsabilizado pelo que aconteceu”, finaliza.

Em nota, a Prefeitura de São Vicente informou que lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com a família. A administração esclareceu que o veículo envolvido no acidente não é de propriedade da prefeitura, e sim de uma empresa contratada e responsável pelos profissionais que o operam.

Segundo a prefeitura, no momento do acidente, quem dirigia o veículo era um ajudante não habilitado. Isso ocorreu porque o motorista havia se ausentado temporariamente. Foi lavrado um boletim de ocorrência no mesmo dia e a Polícia Civil vai investigar o caso e promover a responsabilidade criminal pelo ocorrido, encaminhando o resultado das investigações à Justiça.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da secretaria responsável, abriu um Processo Administrativo para apurar os fatos e para que todas as providências cabíveis sejam tomadas. A administração ressalta ainda que está totalmente à disposição para ajudar a Polícia e a Justiça naquilo que for necessário.

O OPERADOR DA MÁQUINA

O homem suspeito de atropelar e matar uma banhista com um trator enquanto ela tomava sol em uma praia de São Vicente, no litoral de São Paulo, era um ajudante que não possuía habilitação para operar o veículo. À polícia, ele afirmou que assumiu o controle do trator enquanto o motorista ia ao banheiro. As informações foram divulgadas ao G1 nesta sexta-feira (3).

Segundo o boletim de ocorrência, a moradora estava deitada na areia da praia do Itararé na manhã do último domingo (29), enquanto um funcionário realizava a limpeza e a nivelação da areia da praia. Sem se dar conta de que a vítima estava deitada, ele a atropelou com o trator enquanto realizava uma manobra de ré no local.

Após o acidente, uma equipe da Polícia Militar que estavam em patrulhamento pelo local foi acionada para atender a ocorrência. À PM, o suspeito explicou que era um ajudante inabilitado para conduzir o trator e que havia acessado o veículo sem o conhecimento ou a autorização do motorista.

Ele informou, ainda, que tudo aconteceu enquanto o condutor havia deixado o trabalho para ir ao banheiro. Após as equipes prestarem socorro à banhista, o ajudante foi conduzido à Delegacia de Polícia Sede de São Vicente, onde o caso foi apresentado e permanece sendo investigado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o suspeito chegou a se apresentar na delegacia, mas foi liberado por ter prestado socorro à vítima. As autoridades policiais também solicitaram a perícia no trator envolvido no acidente.



--PATROCINADO--