Depois de perder jogadores importantes no elenco, como Gustavo Henrique, Jorge e Victor Feraz, o Santos quer manter dois de seus atletas, essenciais em 2019, para a próxima temporada.

Eduardo Sasha e Carlos Sanchez estão sendo assediados por outros clubes, mas o time da Vila Belmiro faz todo o esforço possível para tê-los no plantel de 2020.


-Continua depois da publicidade ©-

Com a chegada de Jesualdo Ferreira, novo técnico santista, para o lugar de Sampaoli, a ideia agora é manter os atletas do atual elenco e fazer contratações pontuais.

Mas será que os dois jogadores permanecerão no Peixe?

Eduardo Sasha: Santos recusa proposta do Al-Ettifaq

O Al-Ettifaq, clube da Arábia Saudita, fez uma proposta por Eduardo Sasha, tentando levar o atacante por empréstimo, mas a mesma foi recursada pelo Santos.

Além de querer manter o jogador para a temporada de 2020, os valores da negociação não agradaram a diretoria santista.

O empréstimo, que teria duração até o final de junho do próximo ano, seria no valor de U$ 400 mil, o que giraria em torno de R$ 1,6 milhão.

Por outro lado, caso quisesse exercer a opção de compra pelo atacante, o clube saudita teria que desembolsar U$ 4 milhões, ou pouco mais de R$ 16 milhões.

Assim, com a recusa do Peixe, Sasha deve permanecer na equipe e, por enquanto, cumprir seu contrato até o final de 2022.

É bom lembrar que na temporada que se encerrou esse mês, o atacante havia sido um dos principais nomes do alvinegro, tendo marcado 14 gols em 37 partidas no Brasileirão.

Carlos Sanchez: Uruguaio está sendo sondado pelo Grêmio

Outro jogador que o Santos quer manter para a temporada 2020 é o meia uruguaio Carlos Sanchez, de 35 anos, e que está no clube desde 2018.

Em 2019, o meia marcou 19 gols e disputou 57 partidas, tendo sido 12 deles no Brasileirão, em 34 jogos.

Apesar do interesse santista de ter o atleta para a próxima temporada, uma dívida entre o clube, o jogador e seu agente pode tirá-lo do time da Vila Belmiro.

O maior interessado no uruguaio é o Grêmio, que está em busca de um volante para reforçar o seu elenco, focando nas disputas da Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

Por ter seus dois principais volantes fora de combate no início de 2020, Maicon por conta de uma cirurgia no joelho e Matheus Henrique por estar a serviço da seleção pré-olímpica, o tricolor gaúcho corre atrás de um reforço.

Assim, a diretoria do Imortal acompanha de longe a situação do jogador junto ao Santos, mas a idade do atleta também é outro fator que está pesando contra a contratação do mesmo.

Lucas Veríssimo e Derlis González: possíveis baixas santistas

Apesar do esforço para manter as peças-chaves do seu elenco, é muito provável que o clube paulista venha a ter mais duas baixas: o zagueiro Lucas Veríssimo e o atacante Derlis González.

O zagueiro é alvo de interesse do Milan, da Itália, e deve ser vendido, se as partes chegarem a um acordo, o que pode servir para que o Santos possa “aliviar suas dívidas”, inclusive com Sanchez.

Entretanto, ainda não houve uma oferta oficial do time italiano, mas o fato é que Veríssimo, um dos principais nomes do elenco santista em 2019, deseja bastante jogar na Europa.

Por outro lado, Derlis González, que tem contrato com o Santos até a metade de 2020, deve estar antecipando o fim do seu empréstimo junto à diretoria do clube.

Com o acordo entre as partes selado, o atacante paraguaio deve voltar ao Olímpia-PAR, por onde atuou em 2014, e jogar ao lado do seu ex-companheiro de seleção, Roque Santa Cruz.

O fato do jogador ter atuado muito pouco pelo clube santista em 2019 pesou na decisão de rescindir o contrato e tentar a sorte em uma nova equipe.

E aí torcedor, será que o Peixe consegue manter a dupla Sasha e Sanchez para a próxima temporada?

Cruzeiro chega a acordo de rescisão com lateral Dodô