Educadores recebem Moções de Aplauso pelos 50 anos do curso de Pedagogia da UFMT

0

 

Quarenta e sete educadores foram homenageados na noite de quinta-feira (12), durante sessão especial que comemorou os 50 anos do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Cuiabá. A solenidade foi requerida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) e também contou com a participação do deputado estadual e professor, Wilson Santos (PSDB).

“Quero deixar meus parabéns para todos os alunos, técnicos, professores que passaram por esse curso ao longo de 50 anos. Como delegado de polícia, eu sempre procurei alinhar o trabalho de ações policiais, mas também o trabalho preventivo dentro das escolas. Acredito que se nos últimos 30 anos, o Brasil tivesse realmente investido em Educação como deveria ser feito, investido na estrutura das escolas e das faculdades, dando todo apoio aos educadores e gestores educacionais, hoje não precisaríamos estar investindo na construção de mais penitenciárias ou cadeias”, afirmou o Delegado Claudinei.


-Continua depois da publicidade ©-

Durante o discurso, o deputado Claudinei lamentou a morte de um dos fundadores da UFMT, Benedito Pedro Dorilêo, que faleceu no mesmo dia da homenagem, aos 85 anos de idade. “Deixo minhas condolências para toda a família do professor Benedito, que nos deixou hoje, mas o seu nome entra para a história de Mato Grosso, da UFMT e para a história da Educação”, ressaltou.

Na oportunidade, o doutor em Educação, Adelmo Carvalho da Silva, falou em nome dos homenageados e agradeceu a Assembleia Legislativa, em do presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM) e, em especial, ao deputado Claudinei por requerer a solenidade. “Temos muito orgulho do feito, de termos sobrevivido meio século de muitas histórias, de lutas, de lutas políticas, de responsabilidade pela Educação de Mato Grosso. A caminhada que fizemos ao formarmos professores e outros profissionais da Educação para funções de destaque no cenário estadual e nacional, na docência do Ensino Superior, pesquisa e gestão educacional. Docente, discentes, técnicos e alunos, egressos representam-nos mais diversos cargos no cenário político estadual, municipal e federal”, declarou Adelmo.

O deputado Wilson Santos também parabenizou os profissionais homenageados, lembrou que o curso de Pedagogia foi criado um ano antes da UFMT e depois o curso incorporado à universidade. “Professor é aquele que repassa tudo que sabe, rigorosamente tudo que aprendeu e também aprende com o que ensina”. O parlamentar lamentou ainda o fato de o ministro Alexandre de Moraes, membro do Supremo Tribunal Federal (STF) ter concedido medida cautelar pleiteada pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), suspendendo trechos da Constituição de Mato Grosso que determinam a aplicação de no mínimo 35% da receita de impostos na Educação. “Infelizmente, recebemos essa triste decisão e vamos recorrer porque sendo assim, só em 2020, a Secretaria de Estado de Educação perde no ano que vem R$ 300 milhões”, completou.

O investigador da Polícia Civil que atua na área de Polícia Comunitária, Ademar Torres, destacou a iniciativa do deputado Claudinei pela realização da solenidade e de respeito, sobretudo, à figura do professor. Pela Polícia Comunitária, Ademar realiza palestras em escolas, levando projetos como o “De Cara Limpa contra as Drogas” e “De Bem com a Vida”. “O pouco que a gente faz junto com a Polícia Civil também é atuar junto à Educação”.

Já o reitor em exercício da UFMT, Evandro Soares da Silva, falou que muito mais que ensinar e formar outros profissionais, os educadores, pedagogos trabalham no ensino à pesquisa, atuam na Educação Básica, na revisão de todos os projetos políticos pedagógicos da Universidade, os projetos pedagógicos da educação infantil, entre outros. “A UFMT foi pioneira no processo de Educação à Distância, numa época em que ainda nem havia computadores. Íamos ao norte do estado de Mato Grosso com o curso de pedagogia, que começou esse projeto da democratização e do acesso à Educação Superior neste estado. Isso é motivo de muita alegria, orgulho e satisfação”, afirmou o reitor.

Entre os que receberam a Moção de Aplausos, além de Adelmo, estão: Alexandre dos Anjos; Ana Lara Casagrande; Ana Lúcia Nunes Vilela; Ana Luisa Cordeiro; Bárbara de Oliveira; Bárbara Pérez; Candida da Costa; Cassia dos Santos; Celso Prudente; Cleriston Petry; Cristiane Koehler; Darci Secchi; Delarim Gomes; Edson Caetano; Elizabeth Figueiredo de Sá; Elni Willms; Filomena Monteiro; Glauce Viana; Izumi Nozaki; Jorcelina Fernandes; Katia Morosov, Márcia dos Santos Ferreira; Marcos Caron; Marleme Gonçalves; Marta Darsie; Michele Tomoko Sato; Nilce Ferreira; Nilza Araújo; Ozerina de Oliveira; Rose da Silva; Rosemery Petter; Rosinete dos Reis; Rúbia Yatsugafu; Rute Palma; Sandra Lorensini; Sérgio dos Santos; Silas Monteiro; Sueli Fanizzi; Suely de Castilho; Taciana Mirna Samorano; Tatiane Dias; Terezinha de Souza; Antônio do Nascimento; Myrian Serra; Marioneide Kliemaschewsk e Jacy Ribeiro Proença.


-
-