A Polícia Judiciária Civil de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá) cumpriu o mandado de prisão contra o autor do homicídio que vitimou um professor na última terça-feira (10) no município de Nova Ubiratã (502 km ao Norte).

O suspeito, Edson Padilha Godinho, 57, foi preso na quarta-feira (11), durante interrogatório na Delegacia de Sorriso, ocasião em que já estava com a ordem de prisão decretada pela justiça com base nas investigações da Polícia Civil.

O crime que vitimou o professor, João Cláudio Mesquita Lima, ocorreu no dia 10 de dezembro em um bar da cidade. Segundo as investigações, Edson (suspeito) e João Cláudio (vítima) tiveram uma discussão, ocasião em que o suspeito deixou o estabelecimento extremamente nervoso.

Poucos minutos depois, Edson retornou ao local com uma arma, momento em que começou efetuar disparos contra a vítima, que tentou correr para escapar, porém foi atingida com três disparos, um na mão (possivelmente para se defender), um no peito e o outro nas costas (quando tentava fugir).

Após o crime, o suspeito fugiu do local e não foi encontrado durante as diligências policiais. Com base nas informações da autoria do crime, o delegado André Eduardo Ribeiro representou pelo mandado de prisão preventiva contra o suspeito, o qual foi deferido pela justiça.

A ordem de prisão contra o autor do homicídio foi cumprida na quarta-feira (11), na Delegacia de Sorriso. Interrogado, o suspeito confessou o crime e disse que decidiu matar o professor pelo fato de ele debochar da cara do suspeito.