Pescadores capturam mais de 10 toneladas de peixes de uma só vez em SP: ‘Pesca milagrosa’

0
Foto: Divulgação/Tatiana Monteiro

“Sem sombra de dúvidas foi uma pesca milagrosa”, afirma o grupo de pescadores artesanais, que conseguiu pegar de uma só vez cerca de 12 toneladas de peixes. Segundo informações obtidas neste sábado (16), a pescaria ocorreu na praia da Enseada, entre os bairros Vista Linda e Indaiá, em Bertioga, no litoral de São Paulo. O fato chamou atenção nas redes sociais e teve grande repercussão.

O grupo é composto por 14 homens que vivem somente com a renda da pesca de arrasto (com rede). Eles saíram para o trabalho em alto mar por volta das 21h de quinta-feira (14). Em determinado momento, pararam o barco para arremessar a rede e, com uma única passada, conseguiram capturar a grande quantidade de peixes, de espécie oveva. “Estávamos no local certo, na hora certa. Isso é raro, normalmente a gente pesca uma quantidade bem menor”, afirmou Valdecir Ferreira da Silva.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Após pesca bem sucedida, eles passaram a madrugada fazendo o transporte de todo o pescado, no qual foi necessário o auxílio de sete caminhões, para levar até casa de um deles, no bairro Vista Linda, onde foi feita a pesagem e a separação. Valdeci explica que parte dos peixes é dividida entre os trabalhadores. “O arrasto é uma pesca de cooperação e, ao final, todos recebem a sua parcela”. Já o restante dos peixes é vendido pelo dono do barco, para pagar os custos do ano com a embarcação. A mercadoria já foi comercializada para peixarias, em sua maioria de Guarujá, cidade vizinha a Bertioga.

Regulamentação

A pesca de arrasto é regulamentada nas praias inseridas nos limites da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Centro (APA Marinha), segundo a resolução da Secretaria do Meio Ambiente nº51/2012, do Governo do Estado de São Paulo.


-Continua depois da publicidade ©-

De acordo com a lei, é permitido o exercício da pesca profissional de espécies diversas com a utilização dos petrechos denominados arrasto-de-praia (ou lanço-de-praia ou arrastão-de-praia), entre os meses de fevereiro e março. Nesse período, a pesca é permitida em qualquer horário, incluindo aos finais de semana e feriados.