Em ascensão no Flamengo, Reinier reduziu multa pela metade. Novo valor é de 35 milhões de euros

0

A arrancada fulminante em direção ao gol do Vasco, que terminou no chute forte de Everton Ribeiro para abrir o placar, foi só mais um cartaz do crescimento de Reinier no Flamengo. Aos 17 anos, o jogador atrai atenções dentro e fora do gramado. Na última semana ele assinou a renovação de contrato com o Flamengo. O novo acordo é válido até 2024, mas com alteração contratual: a multa rescisória caiu pela metade. De 70 milhões de euros para 35 milhões de euros.

Na prática, a redução na multa muda pouco no valor de mercado do jogador, que, como era consenso na Gávea, não seria vendido por 70 milhões de euros – preço bem acima das maiores vendas do futebol brasileiro, como a de Vinicius Junior e Rodrygo, para o Real Madrid (45 milhões de euros). Ao mesmo tempo, o “reajuste” atende ao desejo dos representantes do jogador ao colocar teto no valor total da transferência – a sondagem do Everton, da Inglaterra, beirou este montante.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--
A alteração da multa facilitou entendimento com o jogador e seus agentes – ele é representado pelo empresário Giuliano Bertolucci. Para o Flamengo, a multa de 70 milhões de euros praticamente não tinha mais valor. Havia temor de que Reinier saísse por valor bem menor ou até de graça, já ele poderia assinar pré-contrato com qualquer equipe a partir do dia 1º de julho de 2020 – quando faltaria seis meses para o fim do contrato. O clube admite que a multa foi reduzida, mas não confirma valores.
A corrida por Reinier envolve sondagens de europeus e também de marcas. Patrocinado pela fornecedora alemã Puma há três anos, Reinier foi procurado pela Adidas, outra fornecedora de material esportivo da Alemanha. Há um projeto – que envolve alto investimento e aposta na imagem do atleta – para torná-lo garoto-propaganda da Adidas em escala global. O estafe do jogador não comenta o assunto. Reinier ainda vai cumprir o contrato com a Puma até novembro de 2020.