Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil de Sorriso (442 km ao Norte da Capital) deflagrou na manhã desta sexta-feira (08.11), a Operação Pantaneira, com objetivo de dar cumprimento a 12 mandados de prisões relacionados a crimes de tráfico de drogas roubos, receptação e organização criminosa.

Segundo o delegado, André Eduardo Ribeiro, grande parte dos alvos são pessoas que já estão detidas, porém que continuavam a cometer crimes, enviando ordens de dentro do presídio, para comparsas do lado de fora.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

No total, foram doze mandados de prisão expedidos pela Justiça com base nas investigações da Polícia Civil de Sorriso, sendo cumpridos 9 das ordens judiciais até o momento, sendo 8 delas dentro de presídios. Três dos suspeitos continuam foragidos e são procurados pela Polícia.

Em muitos casos identificados nas investigações, os detentos, mesmo estando presos,


-Continua depois da publicidade ©-
Assessoria | PJC-MT

mantinham contato com o mundo externo, dando ordens para cometimento de crime de roubo e tráfico de drogas. “Uma das situações que chama atenção é de um presidiário que instrui a mãe e os irmãos a atuarem com o comércio de entorpecentes”, disse o delegado.

Outro caso identificado é o de uma detenta, que cobra valores que são repassados a uma facção criminosa e que também atua em julgamentos realizados por membros da organização criminosa. Nas investigações, foi identificado que a suspeita é uma das chefes da facção e faz com que todos os membros do grupo se reportem a ela.