Assinado convênio para construção da nova sede do Ministério Público de Lucas do Rio Verde

0
;
;
;

Com pouco mais de 1.600 M² a nova sede do Ministério Público de Lucas do Rio Verde-MT será construída a partir do próximo ano em um terreno de 3.000 m², com previsão de conclusão da obra até dezembro de 2020.

A assinatura do convênio foi realizada na tarde dessa terça-feira (05) na prefeitura municipal e contou com a presença do prefeito Luiz Binotti e do procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira. A solenidade contou ainda com representantes do Ministério Público do município e Ordem dos Advogados do Brasil.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

O Ministério Público será construído ao lado da nova sede do Fórum da Comarca de Lucas do Rio Verde, obras essas que estão em andamento, bem como as obras da nova sede do Fórum do Trabalho, na extensão da Avenida Brasil logo após a prefeitura municipal.

Atualmente a Promotoria de Justiça conta com quatro promotores e as novas instalações contarão com dez gabinetes para a vinda de novos promotores, tendo em vista que é classificada como Promotoria de entrância final, comentou o do procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira.


-Continua depois da publicidade ©-
Procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira

“Lucas do Rio Verde é um município em expansão, onde temos uma sede própria que abriga nossos quatro valorosos promotores de justiça, mas a tendência é expandir, pois já é uma Promotoria de entrância final do mesmo patamar de Cuiabá”, disse.

A obra será construída pela prefeitura municipal, onde para a assinatura do convenio, foi realizada a permuta do terreno da atual sede do Ministério Público, no bairro Jardim das Palmeiras, onde nesse local será instalado o complexo da saúde, que ocupará ainda o prédio do atual Fórum.

O valor de aproximadamente R$ 5 Milhões será repassado ao município pelo Ministério Público Estadual.

De acordo com o prefeito Luiz Binotti, a partir de agora o projeto será enviado para a Câmara Municipal para que o convênio seja aprovado e tão logo acontecerá a licitação para dar início a construção.