Oito pessoas morrem em ação contra tráfico de drogas em Angra dos Reis

0

Uma operação da Polícia Militar (PM) na Comunidade do Frade, em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, resultou na morte de oito pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas,. De acordo com informações da PM, todos foram socorridos e levados ao Hospital de Japuíba, mas não resistiram aos ferimentos. Na ação, foram apreendidos três fuzis, além de quatro pistolas automáticas e uma quantidade de drogas que está sendo avaliada.

Ações contra a violência e o tráfico de drogas vêm sendo realizadas há algum tempo nas áreas mais altas das comunidades, em uma região de Mata Atlântica.


-Continua depois da publicidade ©-

A prefeitura de Angra implantou o serviço Disque-Denúncia e instalou câmeras de alta resolução para acompanhar a movimentação nos principais pontos de acesso ao município. O prefeito Fernando Jordão chegou a decretar estado de emergência na segurança pública em 21 de agosto do ano passado, devido à onda de violência e aos confrontos entre facções rivais que lutam pelo domínio do tráfico de drogas na região.

“A grave situação enfrentada pela nossa cidade está cerceando o direito fundamental de ir e vir dos cidadãos, impedindo que serviços públicos essenciais sejam realizados em determinadas localidades controladas pelo tráfico. A situação está insustentável. Não podemos aceitar isto”, afirmou, na época, o prefeito.

Uma semana depois, o decreto foi revogado. Ao justificar a revogação, o prefeito citou “a imediata e efetiva intervenção dos órgãos de segurança pública” no combate à criminalidade no município e a desobstrução da Rodovia Rio-Santos, principal entrada e saída da cidade, “condição indispensável para a viabilidade dos planos de emergência das usinas nucleares Angra 1 e 2”.

Importante destino turístico do Rio de Janeiro, cercada por centenas de praias, algumas inexploradas, Angra dos Reis é sede das usinas nuclearesde Angra 1 e 2.

Nádia Franco