Tem sudorese? Veja 5 hábitos simples que podem ajudar você

De antitranspirante à camiseta antissuor, há alguns cuidados para quem sofre com o suor excessivo

0

Transpirar é algo completamente natural e necessário para o bom funcionamento do organismo humano. Até porque é a transpiração que mantém a temperatura ideal do corpo e que elimina toxinas. Por outro lado, suar demais também não é nada agradável. Na medicina, o nome dado para a sudorese excessiva é hiperidrose.

Quem sofre desse problema, com certeza, se sente muito incomodado, principalmente nos dias de maior calor. Mas a notícia boa é que existem formas de evitar ou amenizar a sudorese, usando, por exemplo, um antitranspirante ou uma camiseta antissuor.

Ter uma alimentação saudável e ingerir bastante líquido são outros fatores que podem auxiliar não só a sudorese excessiva, mas principalmente o cheiro desse suor.

A transpiração e suas funções

O suor pode até ser um pouco desagradável, mas é ele que mantém a temperatura ideal do corpo — entre 35,5ºC e 36,5ºC —, garantindo o bom funcionamento.

Ele tem, portanto, uma função essencial que é “refrigerar” o corpo, para que este não esquente nem esfrie demasiadamente. Quando suamos, é sinal de que o corpo está tentando eliminar o excesso de calor produzido pelo metabolismo ou pelo esforço físico.

Além disso, a transpiração é capaz de eliminar substâncias de alimentos e medicamentos, a exemplo da cebola, alho e antibióticos, além de toxinas existentes em seu organismo.

Esse líquido é produzido pelas glândulas sudoríparas, que ficam localizadas na derme. Elas são distribuídas por quase todo o corpo — com exceção dos lábios, mamilos e órgãos genitais —, e, principalmente, nas axilas, rosto e palmas das mãos e dos pés.

Como amenizar a sudorese excessiva?

Suar é normal, principalmente em dias de muito calor e quando você está praticando alguma atividade física. O problema é quando essa sudorese acontece de forma excessiva, principalmente no dia a dia. Para isso, existem alguns cuidados básicos para facilitar a vida de quem sofre com esse tipo de problema.

1 . Use um antitranspirante

Esse é, com certeza, o maior aliado de quem sofre com a sudorese excessiva. O antitranspirante possui cloridrato de alumínio, uma substância que vai obstruir levemente os poros. Por isso mesmo, só deve ser usado nas axilas, e não no corpo inteiro.

O antitranspirante tem uma ação mais eficaz no combate ao suor do que o desodorante, que está mais voltado para inibir o mau cheiro e a proliferação de bactérias na pele.

2. Opte por tecidos mais leves

A escolha dos tecidos que você vai usar também influencia na sudorese. Evite cores escuras e tecidos que dificultam a transpiração, como a seda e o veludo. Dê preferência aos tecidos mais leves, como o algodão.

Para quem pratica esportes, existem roupas feitas especificamente para facilitar a transpiração. Elas são ideais porque permitem que o corpo tenha uma maior ventilação, evitando o superaquecimento.

Além disso, já existem tecnologias mais avançadas que inibem o suor nas roupas. Um ótimo exemplo disso é a camiseta antissuor, uma roupa feita com um material específico que auxilia na absorção do suor e no controle do mau cheiro.

3. Evite praticar atividades físicas em dias muito quentes

A atividade física acaba fazendo com que seu corpo elimine mais suor. Unir isso ao calor excessivo só vai piorar a sudorese. Assim, prefira praticar exercícios durante os períodos mais brandos do dia, como início da manhã, final da tarde e à noite.

4. Tenha sempre um lenço de papel à mão

Em uma emergência, o lencinho de papel é um ótimo recurso para dar aquela limpada no rosto e no pescoço quando você está muito suado. Na academia, vale a pena ter uma toalhinha sempre à mão.

5. Procure orientação médica

Se você percebe que a sudorese é algo que acontece de forma excessiva e que prejudica seu dia a dia, é hora de procurar ajuda médica.

Atualmente, existem tratamentos que vão desde a aplicação de toxina botulínica (botox), uso de medicação oral, de íons e até mesmo intervenção cirúrgica. Especialistas apontam que a aplicação de botox nas regiões afetadas é uma das maneiras mais efetivas de lidar com a hiperidrose.

Por outro lado, o emocional também pode ser um fator agravante. Ficar nervoso durante uma apresentação ou uma entrevista de emprego, por exemplo, pode desencadear esse suor excessivo. O problema é quando isso se torna um hábito. Nesses casos, vale a pena procurar assistência psicológica e psiquiátrica.