‘Pergunta para eles’, diz Bolsonaro ao ser questionado se fica no PSL

Presidente fez afirmação ao deixar residência oficial em direção à Base Aérea de Brasília. Crise atinge o partido há cerca de 10 dias, quando Bolsonaro pediu a apoiador para 'esquecer' legenda.

0

O presidente Jair Bolsonaro foi questionado neste sábado (19) se permanecerá no PSL e respondeu: “Pergunta para eles”.

Bolsonaro fez a afirmação no momento em que deixava o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, e se dirigia à Base Aérea de Brasília. Bolsonaro embarca neste sábado para o Japão.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

A crise na relação entre Bolsonaro e o PSL se tornou pública há cerca de dez dias, quando o presidente da República pediu a um apoiador para “esquecer” o partido porque Luciano Bivar, presidente da legenda, está “queimado para caramba”.

Essa declaração resultou em uma crise que passou a envolver o Palácio do Planalto, o comando do PSL e a bancada do partido no Congresso Nacional.


-Continua depois da publicidade ©-

Neste sábado, por exemplo, os deputados Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann, ambos do PSL de São Paulo, trocaram ofensas nas redes sociais.

Além disso, também neste sábado, o deputado Luiz Lima (RJ) informou ter sido destituído da vice-liderança do PSL na Câmara. Lima integra a ala de Bolsonaro e assinou uma lista que apoiava Eduardo Bolsonaro para a liderança do PSL no lugar do deputado Delegado Waldir (PSL-G0), que integra o grupo de Bivar.

Eduardo Bolsonaro é filho do presidente Jair Bolsonaro e está no centro da disputa pela liderança do partido na Câmara.

Enquanto a ala bolsonarista tenta assumir o posto, o grupo ligado ao presidente do partido, Luciano Bivar, quer manter o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) na função.