Mais de 1.100 animais são avaliadas no Circuito Nelore de Qualidade, em Diamantino (MT)

0

Durante etapa do Circuito Nelore de Qualidade, realizada na unidade da Friboi em Diamantino (MT), 1.140 animais foram avaliados, segundo a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) e Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso (ACNMT).

 

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Entre os machos avaliados, 60,8% apresentaram até 2 dentes incisivos permanentes, com peso médio de 22,7 arrobas e 53,4% com acabamento de carcaça mediano e uniforme.

 


-Continua depois da publicidade ©-

Em relação às fêmeas, 70,6% tinham até 2 dentes incisivos permanentes, peso médio de 15,8 arrobas, e 83,5% com acabamento de carcaça mediano e uniforme.

 

O melhor lote de carcaças de Machos foi da Fazenda São Marcelo (Medalha de Ouro). Francisco Ferreira Camacho levou a Medalha de Prata. O Bronze foi de Olímpio Risso de Brito.

 

Para as fêmeas, o melhor lote de carcaças foi do pecuarista Edilson Antônio Piaia, que ficou com a Medalha de Ouro. A medalha de Prata foi de Marcos Martins Vilela e a de Bronze para Sérgio Antônio Cocco.

 

Circuito Nelore de Qualidade

Realizado pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), o Circuito Nelore de Qualidade fortalece e promove a genética e a carne dos animais da raça, contribuindo para elevar a produtividade da pecuária nacional. Trata-se de uma iniciativa que avalia resultados obtidos pelos produtores, cada qual em sua realidade e sistema de produção.

 

Promovida desde 1999, neste ano a iniciativa, que também conta com o apoio da Friboi e da Matsuda Sementes e Nutrição Animal, aumentou de tamanho e terá 27 etapas em 10 estados. Cerca de 20 mil animais devem ser avaliados até o final do ano, chegando a uma marca recorde desde o lançamento do Circuito.