Estamos conseguindo nos recuperar financeiramente, afirma governador

Estamos conseguindo nos recuperar financeiramente, afirma governador

0
Mauro Mendes (DEM) foi eleito no primeiro turno das eleições — Foto: Governo de MT/ Assessoria

O governador Mauro Mendes afirmou que o Estado começa a “colher os frutos” de todas as medidas que foram adotadas ao longo deste ano, pela atual gestão, que tiveram como foco reduzir despesas, aumentar a arrecadação e otimizar o serviço público.

Um dos exemplos citados pelo governador, durante entrevista ao programa Resumo do Dia, foi o pagamento de dívidas contraídas pelo Estado em administrações passadas, que compõe os restos a pagar. “Nós já pagamos quase R$ 1,5 bilhão de dívidas anteriores a 2019, contraídas por outras gestões”, disse, acrescentando que somente com as despesas da Saúde já foram quitados R$ 400 milhões.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Além de pagar as despesas passadas, a atual gestão tem mantido em dia o custeio das despesas feitas em 2019. “Na saúde, o Estado está pagando literalmente em dia as despesas deste ano. Os prefeitos do interior agradecem muito porque os pagamentos passaram a ser feitos em dia”, ressaltou.

Mauro Mendes reforçou ainda que a gestão de cada centavo está sendo feita com foco na melhoria da prestação de serviço ao cidadão.


-Continua depois da publicidade ©-

Um dos questionamentos feito pelo apresentador Roberto França foi em relação aos servidores públicos. O governador destacou que o reflexo positivo das ações também será sentido por eles. “Nesse mês de outubro começamos a pagar em duas parcelas o salário dos servidores e não mais em três. Isso mostra claramente que estamos conseguindo nos recuperar e a expectativa é que em dezembro possamos pagar em uma parcela só. É a grande meta do governo”, frisou.

Mauro Mendes também lembrou que a gestão está trabalhando muito para pagar as despesas de pessoal e que o foco é “pagar o 13º salário dos servidores”.

Obras

O programa também abordou as mais de 100 obras de infraestrutura que já foram retomadas e que estão em ritmo acelerado. Boa parte dessas obras é tocada com recursos do Fundo de Transporte e Habitação (Fethab). Somente na região de Cuiabá são 16 obras e, após a retomada, “nenhuma paralisou por falta de pagamento”.

Além das obras de infraestrutura, também foram retomadas obras da Educação, como reforma e construção de novas escolas, quadra esportivas e climatização de ambientes escolares. O valor em obras retomadas supera R$ 80 milhões.

Segurança

Outro ponto destacado na entrevista foram os investimentos em segurança pública, como a entrega de 40 fuzis com a melhor tecnologia existente na atualidade para o Grupo Especial de Fronteira (Grefron). As ações das forças de segurança já resultaram na apreensão de mais de seis toneladas de drogas nesse ano.

O governador ainda pontuou as ações em andamento na questão relacionada ao sistema prisional. “Vamos entregar no final deste ano o presídio de Várzea Grande, obra que foi paralisada e retomada por diversas vezes, ao longo dos últimos 10 anos. A obra vai ficar pronta em novembro ou dezembro”, contou.

Mendes ressaltou a importância da finalização da obra desta unidade prisional. “Vamos entregar essas unidades para punir aqueles que transgredirem a legislação”.