Deputados assinam CPI da Energisa e Botelho incentiva população a “derrubar” empresa

0
Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Dezoito deputados assinaram nesta quarta-feira (09) o requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades cometidas pela Energisa S/A, acusada de praticar aumento abusivo nas contas de energia elétrica em todo o Estado e por má prestação de serviços. A CPI, de autoria do deputado Elizeu Nascimento (DC), teve a chancela do presidente da Casa, Eduardo Botelho (DEM), que não poupou criticas à empresa e incitou a população a “derrubar” a concessionária.

“A Energisa é um caso sério, Mato Grosso todo tem que se mobilizar. Eles estão tratando a população com o maior descaso possível, não respeitam ninguém, não dão importância para nada aqui dentro do Estado, só querem cobrar. Nós vamos sim discutir isso. O estado em si não pode derrubar a concessão, mas é de movimentações populares que sai tudo. Movimentação popular já derrubou presidente, derruba governador, por que não podemos tirar esse grupo daqui?”, disparou Botelho, durante coletiva de imprensa.


Continua depois da publicidade-pix


Na justificativa do requerimento de abertura da CPI, Elizeu citou que o pedido foi fundamentado em um abaixo assinado que reuniu quase 10 mil signatários. Além disso, o parlamentar argumentou que a Energisa é líder de reclamações no Estado.

Conforme determina o Regimento do Legislativo, a CPI deverá ser presidida por Elizeu. Os demais membros da Comissão ainda não foram anunciados. Na próxima terça-feira (15), a Assembleia Legislativa irá realizar uma audiência pública para discutir o tema. Esta será a terceira CPI em andamento na Casa.

-Continua depois da publicidade ©-




-Patrocinador-